quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Cachoeira (BA) Recursos recebidos por Área em 2012

Total destinado à área Assistência Social: R$ 5.876.122,10

 
 Mês Valor (R$)
Janeiro 563.035,22
Fevereiro 549.896,00
Março 574.154,44
Abril 568.145,22
Maio 596.383,22
Junho 584.280,00
Julho 580.590,00
Agosto 583.526,00
Setembro 583.560,00
Outubro 692.552,00







Total destinado à área Educação: R$ 1.083.472,69
 

 Mês Valor (R$)
Março 75.900,00
Abril 70.088,48
Maio 186.695,24
Junho 63.390,04
Julho 145.837,54
Agosto 117.307,64
Setembro 140.352,94
Outubro 179.612,34
Novembro 104.288,47


Total destinado à área Encargos Especiais: R$ 369.158,48


▲ Mês Valor (R$)
Janeiro 32.091,20
Fevereiro 53.042,58
Março 31.900,52
Abril 31.750,49
Maio 31.194,11
Junho 28.501,43
Julho 32.051,61
Agosto 31.819,39
Setembro 32.352,87
Outubro 32.659,10
Novembro 31.795,18



Recursos Recebidos por Ação
Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica -------------------------------------------------------------------------------- R$ 490.230,00
PDDE -------------------------------------------------------------------------------- R$ 448.619,50
Cota-parte dos Estados e ... -------------------------------------------------------------------------------- R$ 369.158,48
PNATE -------------------------------------------------------------------------------- R$ 144.623,19
Indice de Gestão Descentr... -------------------------------------------------------------------------------- R$ 68.156,10

Recursos Pagos Direto ao Cidadão
Bolsa Família -------------------------------------------------------------------------------- R$ 5.807.966,00



                    

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Quer viajar?! Procure Anna Tour Viagens e Turismo


Motociclista Cachoeirano morre em acidente

O motociclista Robustiano Caetano Silva dos Santos, de 24 anos, que residia na cidade de Cachoeira, morreu na tarde desta terça-feira (29) após colidir de frente com um caminhão na BA-502, trecho que serve de ligação da BR-101, sentido Belém e povoado do Cruzeiro, município de Conceição da Feira.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a vítima não chegou a receber socorro médico, pois morreu com o impacto da batida. A PRE não soube informar as circunstâncias em que a colisão ocorreu, pois alegou que não tinha testemunha no momento da batida.

O delegado Gustavo Coutinho realizou o levantamento cadavérico e autorizou a remoção do corpo para o Departamento de Policia Técnica (DPT) de Feira de Santana.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Uefs divulga resultado do vestibular na próxima semana

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) publica o resultado do vestibular 2013.1 (ProSel) até 8 de fevereiro, sexta-feira da próxima semana, e o site Acorda Cidade, como faz tradicionalmente, também vai disponibilizar a relação dos aprovados. O pró-reitor de Ensino de Graduação, Rubens Alves Pereira, afirmou que o processo seletivo, encerrado nesta terça-feira, transcorreu normalmente.
 
As provas foram aplicadas no campus da Uefs e em mais 19 estabelecimentos de ensino de Feira de Santana e os gabaritos estão disponíveis no site www.uefs.br/portal.
 
A abstenção no último dia de provas foi de 0,55%, o equivalente a 80 candidatos. Nos três dias, a abstenção foi de 31, 25%, o que corresponde a 4.524 faltosos do total de 14.475 inscritos.
 
O Instituto de Identificação Pedro Mello participou do vestibular da Uefs com equipe de peritos. Nos três dias de provas foram averiguados documentos de identidade e colhidas impressões digitais de candidatos. Com o apoio do núcleo do Instituto, em Salvador, puderam conferir a autenticidade e não constataram tentativas de fraudes.
 
Os estudantes também consideraram o vestibular tranquilo. Nesta terça, quando foram aplicadas as provas de Química, Física e Biologia, alguns consideraram a de Química a mais difícil.
 
Luís Felipe de Souza Sales, 19 anos, que concorreu a uma das vagas de Medicina, se mostrou confiante no sucesso, pois acredita ter se saído bem nas provas, principalmente as de maior peso. Oséias Almeida Carneiro, 26 anos, também pretende cursar Medicina.  Para ele, “a prova de Química foi mais complexa, mas estou muito confiante e acredito estar entre os primeiros aprovados”, declarou.
 

Fiscalização em Cachoeira

Tem um ditado que diz: "Só se compra o berço quando a criança cai da cama".

A tragédia ocorrida em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, que vitimou mais de 200 jovens poderia ter ocorrido em qualquer cidade do Brasil.
Muitos procedimentos devem ser seguidos antes de um estabelecimento ser aberto, mas, muitos conseguem funcionar mesmo sem cumprir as exigências.  Infelizmente quando ocorrem essas tragédias é que se percebem as falhas que existem nos estabelecimentos comerciais.
É necessário que a prefeitura Municipal Da Cachoeira intensifique as fiscalizações junto aos estabelecimentos comerciais e casarões tombados. 

Serrinha: Polícia prende casal e frustra assaltos a agências bancárias no interior

Com a prisão de Adriana Jesus de Araújo, 26 anos, e Gabriel Souza, 25, a 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), de Serrinha, impediu que a quadrilha integrada pela dupla viesse a praticar assaltos a agências bancárias da região. O coordenador da 15ª Coorpin/Serrinha, delegado Fábio Santos, revelou que o casal era monitorado há duas semanas.  Natural de Ribeira do Pombal, Adriana foi flagrada, na noite de sexta-feira (25), no distrito de Jorro, em Tucano, quando transportava num Fiat Uno seis coletes balísticos e um revólver de calibre 32 municiado, que seriam entregues a Gabriel, seu comparsa. O carro foi interceptado pelos investigadores na BR-116. Os coletes apreendidos pertencem a uma empresa de segurança privada, com sede em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). “Vamos iniciar as investigações para descobrir se esse material foi roubado e identificar os demais integrantes da quadrilha”, afirmou o delegado, que acredita que o casal é responsável pela logística do grupo. (Política Livre)

Maragojipe: Corpos carbonizados são encontrados em São Roque do Paraguaçu

Na tarde deste sábado (26) dois corpos do sexo masculino parcialmente carbonizados e em adiantado estado de decomposição foram encontrados no interior de um matagal por catadores de lenhas a poucos metros da margem da estrada que liga São Roque do Paraguaçu a Maragojipe. Próximo aos dois corpos foi encontrado alguns produtos que aparenta ser fertilizantes. De acordo com reportagem do São Roque Online, não há informações sobre a identidade das vítimas. A Polícia Militar e Civil foram acionadas e os corpos foram encaminhados ao DPT de Santo Amaro da Purificação onde aguarda o reconhecimento. Fonte: São Roque Online

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Cada um no seu quadrado?

Preparados para tempos de análise das contas públicas com lupa, cara feia para inflação alta e percepção de que o setor privado estará atento às iniciativas do governo no sentido de renovar esforços para expandir o crescimento econômico, integrantes do governo Dilma Rousseff vêm afinando o discurso. De Davos, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, disparou um tiro preciso. Informou que o custo da redução da conta do luz dos brasileiros não passa pelo banco que está sob o seu comando. O desembolso adicional de R$ 8,4 bilhões a ser feito pelo Tesouro para assegurar a redução da fatura de energia deve ser feito sem ajuda da instituição. O presidente do BC, Alexandre Tombini, também em Davos na semana passada, deu sua contribuição. Rebalanceou as prioridades do governo e não só as do BC do B. A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, uma petista histórica, lembrou, há uma semana, que sem uma memorável decisão do Congresso brasileiro a taxa Selic não estaria em sua mínima histórica. Hoje, Ideli voltou à carga. Em encontro com prefeitos petistas, afirmou que a presidente terá que lidar com  “vespeiros” – como redução do juro e do preço da energia – para manter “o crescimento com desenvolvimento”. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, bateu na mesma tecla que a colega. Disse que a redução de juros é fundamental para o crescimento sustentável. 

Quatro estão presos em Santa Maria

Quatro pessoas envolvidas no incêndio da Boate Kiss, em Santa Maria (RS), estão presas em caráter temporário. Três delas foram detidas na manhã desta segunda-feira, e o empresário Mauro Hoffman, um dos proprietários da casa noturna, se entregou à polícia por volta das 14h30. Ele chegou à Delegacia de Polícia Regional da cidade acompanhado por sua esposa e seu advogado.

As prisões aconteceram em cumprimento ao mandado de prisão temporária decretada pelo juiz Régis Adil Bertolini.
De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, também foram presos Elissandro Callegaro Spohr, também proprietário da boate; Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista da banda Gurizada Fandangueira, que se apresentava no momento do acidente; e Luciano Augusto Bonilha Leão, produtor do grupo. Uma prisão aconteceu na cidade de Cruz Alta e outras duas em Mata.
Ao todo, 231 pessoas morreram no incêndio em uma das principais casas noturnas da cidade, famosa por receber estudantes universitários. Segundo a Defesa Civil, o fogo começou na espuma de isolamento acústico quando um dos integrantes da banda que se apresentava acendeu um sinalizador, que atingiu o teto.
Ao todo 82 pessoas permanecem internadas em hospitais em Santa Maria e outras 39 foram transferidas para Porto Alegre. Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, 20% dos feridos tiveram queimaduras consideradas graves, que correspondem a mais de 30% do corpo. A maioria sofreu intoxicação respiratória.
O secretário nacional de Defesa Civil, Humberto Viana, informou que o plano de combate a incêndio da casa está vencido desde agosto de 2012. Já a Polícia Civil afirmou que a casa estava com o alvará de funcionamento vencido também desde o ano passado, mas estava em processo de renovação.
Boatos de fuga
Segundo o delegado da 1ª Delegacia de Polícia (DP) do município, Marcos Viana, os pedidos de prisão temporária foram decretados devido a boatos de que essas pessoas poderiam deixar a cidade sem prestar depoimentos à polícia.
“Em razão disso, concluímos pela necessidade de pedir a prisão temporária, já que acreditamos que os depoimentos deles são necessários para nos ajudar a esclarecer o episódio”, declarou o delegado.
“Temos muito trabalho pela frente para esclarecer o que de fato aconteceu e identificar eventuais responsáveis”, acrescentou o delegado.
(Agência Brasil, Folhapress e Valor)

Irã lança macaco ao espaço e exibe progresso de mísseis

O Irã afirmou nesta segunda-feira que havia lançado um macaco vivo ao espaço, procurando exibir um sistema de mísseis que alarmou o Ocidente porque a tecnologia poderia ser usada para lançar uma ogiva nuclear.
O Ministério da Defesa anunciou o lançamento enquanto as potências mundiais tentavam chegar a um acordo com o Irã sobre a data e o local para a retomada de negociações a fim de resolver um impasse com o Ocidente sobre o polêmico programa nuclear de Teerã antes que ele degenere em uma nova guerra no Oriente Médio.
Os esforços para fechar um novo encontro fracassaram repetidamente e as potências temem que o Irã esteja explorando o vácuo diplomático para aprimorar os meios de produzir armas nucleares.
A República Islâmica nega que esteja buscando a capacidade de fabricar armas e diz que quer apenas energia de seu enriquecimento de urânio para que possa exportar mais de sua considerável renda de petróleo.
As potências propuseram novas negociações em fevereiro, disse um porta-voz da chefe de política externa da União Europeia nesta segunda-feira, horas depois que a Rússia instou todos os interessados a "parar de se comportar como crianças" e se comprometer com uma reunião.
Mais cedo no mesmo dia, o Irã negou relatos da mídia de uma grande explosão em uma de suas mais secretas usinas de enriquecimento subterrâneo, descrevendo-os como propaganda ocidental para influenciar as negociações nucleares.
O Ministério da Defesa disse que o lançamento do macaco ao espaço coincidiu com "os dias do" aniversário do profeta Maomé, que foram na semana passada, mas não revelou uma data, segundo um comunicado transmitido pela agência oficial de notícias IRNA.
O lançamento foi "outro passo gigantesco" na tecnologia espacial e pesquisa biológica "que é o monopólio de alguns poucos países", dizia o comunicado.
O pequeno macaco cinza foi mostrado amarrado a um assento acolchoado e levado até o foguete Kavoshgar, apelidado de "Pishgam" (Pioneiro), que segundo a mídia estatal alcançou uma altura de mais de 120 quilômetros.
"Essa expedição retornou com segurança para a Terra com a velocidade esperada, junto com o organismo vivo", disse o ministro da Defesa, Ahmad Vahidi, à agência de notícias semioficial Fars.
"O lançamento do Kavoshgar e sua recuperação é o primeiro passo em direção a enviar humanos para o espaço na próxima fase."
Não houve uma confirmação independente do lançamento.
FEITO SIGNIFICANTE
O Ocidente teme que a tecnologia balística de longo alcance usada para propulsar satélites iranianos até a órbita possa ser usada para despachar ogivas nucleares até um alvo.
Bruno Gruselle, da Fundação para a Pesquisa Estratégica da França, disse que se o relato do lançamento do macaco era verdadeiro, sugeriria uma façanha de engenharia "bastante significativa" do Irã.
"Se você consegue mostrar que é capaz de proteger um veículo desse tipo do regresso, então você provavelmente pode proteger uma ogiva militar e fazê-la sobreviver às altas temperaturas e à alta pressão da reentrada", disse Gruselle.
O lançamento do macaco seria similar a enviar um satélite pesando cerca de 2.000 quilos, ele disse. O sucesso sugere a capacidade de enviar um míssil terra-terra com um alcance de alguns milhares de quilômetros.
Michael Elleman, um especialista em mísseis do think-tank Instituto Internacional para Estudos Estratégicos, disse que o Irã não havia demonstrado "nenhuma capacidade militar ou estratégica" com o lançamento.
"Apesar disso, o Irã tem um ambicioso programa de exploração espacial que inclui a meta de colocar um ser humano no espaço nos próximos cinco anos, e uma cápsula orbital com um humano até o fim da década", disse Elleman. "O feito de hoje é um passo em direção a essa meta, apesar de ser um passo pequeno."
A República Islâmica anunciou planos em 2011 de enviar um macaco para o espaço, mas aquela tentativa teria fracassado.
A capacidade de armas nucleares exige três componentes --material físsil suficiente como urânio altamente enriquecido, um dispositivo de armas confiável miniaturizado que se adeque a um cone de míssil, e um sistema de entrega eficaz, como um míssil balístico que pode se originar a partir de um programa de lançamento espacial.
Os esforços do Irã para desenvolver e testar mísseis balísticos e obter a capacidade de lançamento espacial contribuíram para os pedidos israelenses para ataques preventivos contra instalações nucleares iranianas e bilhões de dólares de gastos em defesa de mísseis balísticos norte-americanos.
(Reportagem adicional de William Maclean e Marcus George, em Dubai; de Justyna Pawlak, em Bruxelas; e de Fredrik Dahl, em Viena)

Músico morre ao tentar resgatar instrumento

O músico Danilo Brauner Jaques, de 28 anos, foi o único integrante da banda Gurizada Fandangueira vitimado pelo incêndio que ocorreu enquanto o conjunto se apresentava, na madrugada de ontem, na boate Kiss, em Santa Maria. A morte de Jaques foi confirmada por um primo dele, que pediu para não ser identificado.
Por telefone, o familiar afirmou que relatos de testemunhas da tragédia indicam que Jaques teria conseguido escapar do fogo e da fumaça, mas voltou para a casa noturna para resgatar sua sanfona. E não conseguiu sair de novo. Ele tinha carinho pelo acordeão. Na internet, havia publicado uma foto do instrumento com a inscrição "minha criança".
Sua tia Isolda Brauner disse por telefone ao Estado que Jaques era solteiro e, além de sanfoneiro, era dono da DB Som, empresa de locação de estruturas, som e luz para eventos. Amigos dele são empregados da empresa, que faz a intermediação para contratar shows da banda. / CAIO DO VALLE

Conheça as vítimas do incêndio em boate de Santa Maria

http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2013/01/conheca-vitimas-do-incendio-em-casa-noturna-em-santa-maria-rs.html

domingo, 27 de janeiro de 2013

RS: jovem pediu socorro no Facebook antes de morrer


Michele - com a camisa da Boate Kiss, onde chegou a trabalhar -, pediu ajuda pelo Facebook antes de morrer no incêndio

Velório coletivo

Famílias realizam velório coletivo após a tragédia em Santa Maria. Um incêndio de grandes proporções em uma casa noturna ocorreu na madrugada deste domingo em Santa Maria (RS). O incidente, que começou por volta das 2h30, ocorreu na Boate Kiss, na rua dos Andradas, no centro da cidade. Segundo um segurança que trabalhava no local no momento do incêndio, muitas pessoas foram pisoteadas. Por volta das 10h40, foi encerrada a remoção dos corpos das vítimas em um caminhão da Brigada Militar. Eles foram levados para um ginásio da região central onde será feito o reconhecimento. O Corpo de Bombeiros acredita que o fogo teria iniciado com um sinalizador.

EUA: jovem é preso após socar, estrangular e jogar cão no forno

Um americano foi preso depois de ter admitido socar, estrangular e jogar um cachorro da raça pincher em um forno aquecido a 350ºC. Kevin Dean Parrish, 20 anos, maltratou Kudo depois de ter sido mordido pelo cão. Kudo sobreviveu, mas tem cortes e hematomas na cabeça, e três de suas pernas estão muito queimadas devido ao contato com a grelha. Ele mal fica de pé.
Segundo o porta-voz da polícia do condato de Marion, no Estado americano de Oregon, o caso foi descoberto depois que Kudo chegou ao hospital veterinário Arc Animal Care, em Mill City, com múltiplos ferimentos e queimaduras. Uma investigação descobriu que o cachorro pertencia a avó de Parrish, que estava fora do Estado. O jovem e seu irmão vivem junto com ela, em North Fork Road.
Parrish admitiu ter ficado irritado com o animal. Na última sexta-feira, ele disse que estava preparando seu almoço quando decidiu checar como estava Kudo. Quando chegou ao local onde Kudo estava, o cão tentou "beliscá-lo". Foi quando Parrish diz ter perdido o controle e começado a socar  Kudo. Ele também admitiu ter tentado estrangulá-lo.
Parrish então lembrou que havia aquecido o forno a 350ºC para esquentar o seu almoço. A raiva era tamanha que ele decidiu colocar o cachorro no forno, e não enchiladas que estava planejando comer. O jovem pretendia deixar o cachorro lá. Foi quando ouviu seu irmão se aproximar. Ele obrigou Parrish a retirar o animal do forno e levá-lo ao veterinário.

RS: secretaria divulga lista com 185 vítimas de incêndio identificadas

A Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul divulgou no final da tarde deste domingo nova relação preliminar das vítimas do incêndio na Boate Kiss em Santa Maria (RS). O Instituto-Geral de Perícias (IGP) realizou a identificação de 185 vítimas da tragédia que aconteceu na madrugada de hoje no centro do município.

De acordo com a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, o número de mortos no incêndio na boate passou para 233 - 120 homens e 113 mulheres. Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, 92 pacientes estão internados. A maioria, por intoxicação pela fumaça. Os casos mais complexos de queimados – 14 pessoas -  foram transferidos para Porto Alegre, onde foi montada uma estrutura para atender esse tipo de pacientes.
Confira a relação das vítimas abaixo:
                                                                                   Foto:  Fachada da Boate antes do incêndio
Identificados por reconhecimento
Alan Rembem de Oliveira
Alexandre Anes Prado
Alisson Oliveira da Silva
Allana Willers
André Cadore Bosser
Andressa Inafa de Moura Ferreira
Andressa Thalita Farias Brissow
Ângelo Nicolosso Aita
Ariel Nunes Andreatta
Augusto Cesar Neves
Augusto Malezan de Almeida Gomes
Augusto Sergio Krauspenhar Silva                           
Bárbara Moraes Nunes
Benhur Retzlaff Rodrigues
Bernardo Carlo Kobe
Bibiana Berleze
Bruna Brondani Pafhalia
Bruna Camila Graeff
Bruno Kraulich
Camila Cassulo Ramos
Carlitos Chaves Soares
Carolina Simões Corte Real
Cássio Garcez Biscaino
Cecília Soares Vargas
Clarissa Lima Teixeira
Daniel Knabbem da Rosa
Daniel Sechim
Daniela Betega Ahmadw
Daniele Dias de Mattos
Danilo Brauner Jaques
Danriei Darin
David Santiago de Souza
Débora Chiappa Forner
Deives Marques Gonçalves
Diego Comim Silvéster
Dionatham Kamphorst Paulo
Douglas da Silva Flores
Elizandor Oliveira Rolin
Emerson Cardoso Pain
Erika Sarturi Becker
Evelin Costa Lopes
Fábio José Cervinski
Felipe Vieira
Fernanda Fischer
Fernando Michel Devagarins Parcianello
Fernando Pellin
Flávia Decarle Magalhães
Franciele Soares Vargas
Gabriela Corcine Sanchotene
Gabriela dos Santos Saenger
Geni Lourenço da Silva
Giovane Krauchemberg Simões
Greicy Pazzini Bairro
Guilherme Fontes Gonçalves
Guino Ramom Brites Burro
Gustavo Ferreira Soares
Heitor Santos Oliveira
Heitor Teixeira Gonçalves
Helio Trentin Junior
Henrique Nemitz Martins
Herbert Magalhães Charão
Hericson Ávila dos Santos
Igor Stefhan de Oliveira Ilivelton Martins Koglin
Ivan Munchem
Jacob Francisco Thiele
Jaderson da Silva
Janaina Portella
João Aluisio Treuliebe
João Carlos Barcellos Silva
João Paulo Pozzobom
João Renato Chagas de Souza
José Luiz Weiss Neto
José Manoel Rosa da Cruz
Juliana Moro Medeiros
Juliana Oliveira dos Santos
Juliana Sperone Lentz
Juliano de Almeida Farias
Kellen Pereira da Rosa
Kelli Anne Santos Azzolin
Larissa Terres Teixeira
Lauriani Salapata
Leandro Avila Leivas
Leandro Nunes da Silva
Leonardo de Lima Machado
Leonardo Lemos Karsburg
Leonardo Machado de Lacerda
Leonardo Schoff Vendrúsculo
Lincon Turcato Carabagiale
Louise Victoria Farias Brissow
Luana Behr Vianna
Lucas Fogiato
Lucas Leite Teixeira
Luciane Moraes Lopes
Luciano Ariel Silva da Silva
Luciano Tagliapetra Esperidião
Luiz Antonio Xisto
Luiz Carlos Ludin de Oliveira
Luiz Eduardo Viegas Flores
Luiz Felipe Balest Piovesan
Luiz Fernando Riva Donate
Luiza Alves da Silva
Maicon Afrolinario Cardoso
Maicon Douglas Moreira Iensen
Maicon Francisco Evaldt
Marcelo de Freitas Salla Filho
Mariana Comassetto do Canto
Mariana Moreira Macedo
Marilene Iensen Castro
Marina Kertermann Kalegari
Martins Francisco Mascarenhas de Souza Onofre
Marton Matana
Matheus de Lima Librelotto
Matheus Engert Rebolho
Matheus Pacheco Brondani
Mauricio Loreto Jaime
Melissa Bergemeier Correia
Melissa do Amaral Dalforno
Michele Dias de Campos
Micheli Froehlich Cardoso
Miguel Webber May
Mirella Rosa da Cruz
Murilo de Souza Barone Silveira
Murilo Garcez Fumaco
Natiele dos Santos Soares
Odomar Gonzaga Noronha
Otacílio Altíssimo Gonçalves
Patrícia Pazzini Bairro
Paula Batistela Gato
Pedro de Oliveira Salla
Pedro Morgental
Rafael de Oliveira Dorneles
Rafael Dias Ferreira
Rafael Quilião e Oliveira
Raquel Daiane Fischer
Rhaissa Gross Cúria
Rhuan Scherer de Andrade
Ricardo Custódio
Ricardo Dariva
Ricardo Stefanello Piovesan
Rodrigo Belling Hausen Bairros Costa
Roger Barcellos Farias
Roger Dallanhol
Rogério Cardoso Ivaniski
Rogério Floriano Cardoso
Rosabe Fernandes Rechermann
Ruan Pendenza Callegari
Sabrina Soares Mendes
Shaiana Tauchem Antoline
Silvio Beurer Junior
Suziele Cassol
Tailan Rembem de Oliveira
Tais da Silva Scaphin de Freitas
Taís da Silva Scaplin de Freitas
Tanise Lopes Cielo
Thailan de Oliveira
Thanise Correa Garcia
Thiago Amaro Cechinatto
Tiago Dovigi Cegabinaze
Uberafara Soares Bastos Junior
Vagner Rolin Marastega
Vandelcork Marques Lara Junior
Vinicios Greff
Vinicios Paglnossim de Moraes
Vinicius Silveira Marques de Mello
Vinissios Montardo Rosado
Vitória Dacorso Saccol
Identificados pela Perícia Necropapiloscópia
Andressa Ferreira Flores
Bruna Eduarda Neu
Carlos Alexandre dos Santos Machado
Francielli Araujo Vieira
FrancileVizioli
Julia Cristofali Saul
Leandra Fernandes Toniolo
Maria Mariana Rodrigues Ferreira
Pâmella de Jesus Lopes
Sandra Leone Pacheco Ernesto 
Neiva Carina de Oliveira Marin 
Monica Andressa Glanzel 
Dulce Raniele Gomes Machado 
Viviane Tólio Soares 
Flávia Maria Torres Lemos 
Letícia Ferraz da Cruz 
Taise Carolina Vinas Silveira 
Luiza Batistella Puttow
 
Incêndio em casa noturna
Um incêndio de grandes proporções deixou ao menos 233 mortos na madrugada deste domingo em Santa Maria (RS). O incidente, que começou por volta das 2h30, ocorreu na Boate Kiss, na rua dos Andradas, no centro da cidade. O Corpo de Bombeiros acredita que o fogo iniciou com um sinalizador lançado por um integrante da banda que fazia show na festa universitária.
Segundo um segurança que trabalhava no local, muitas pessoas foram pisoteadas. "Na hora que o fogo começou foi um desespero para tentar sair pela única porta de entrada e saída da boate e muita gente foi pisoteada. Todos quiseram sair ao mesmo tempo e muita gente morreu tentando sair", contou. O local foi interditado e os corpos foram levados ao Centro Desportivo Municipal, onde centenas de pessoas se reuniam em busca de informações.
A prefeitura da cidade decretou luto oficial de 30 dias e anunciou a contratação imediata de psicólogos e psiquiatras para acompanhar as famílias das vítimas. A presidente Dilma Rousseff interrompeu viagem oficial que fazia ao Chile para seguir a Santa Maria.

Tragédia em Santa Maria ganha destaque nos principais jornais do mundo

EL PAÍS, ESPANHA:
"Ao meno 232 mortes em uma discoteca do Brasil que não tinha licença"
NEW YORK TIMES (EUA):
"O fogo varreu uma boate cheia de centenas de estudantes universitários, em Santa Maria, uma cidade no sul do Brasil, matando pelo menos 232 pessoas"
WASHINGTON POST (EUA):
"Fogo em casa noturna mata 232 no Brasil". Destaca a maior parte sendo por asfixia e o fato de existir uma única saída na boate".
LE FIGARRO, FRANÇA:
“Brasil: mais de 200 mortos boate que pegou fogo”
LE MONDE, FRANÇA:
“Brasil em estado de choque após o incêndio que matou 232 na cidade de Santa Maria”.
CLARÍN, ARGENTINA:
“Tragédia no Brasil: 232 mortos por um incêndio em boate”.
THE GUARDIAN, Inglaterra:
“Pelo menos 232 pessoas morrem em boate brasileira que pegou fogo”. (destaca que pessoas foram sufocadas com fumaça)
THE SUN, INGLATERRA:
“Horror com mais de 230 mortes em boate do Brasil”
THE WALL STREET, INGLATERRA:
“Pelo menos 232 pessoas morreram em incêndio ocorrido em boate lotada no sul do Brasil, na cidade de Santa Maria, logo cedo neste domingo”.

RELATO DO ESTUDANTE DE MEDICINA MURILO DE TOLEDO TIECHER SOBREVIVENTE DO INCÊNDIO DE SANTA MARIA: TENTAMOS PUXAR AS MÃOS QUE APARECIAM ENTRE A CORTINA DE FUMAÇA

Tentávamos puxar as mãos que apareciam entre a cortina de fumaça, relata jovem que estava em boate Estudante de Medicina Murilo De Toledo Tiecher, 26 anos, foi um dos primeiros a sair do lugar e ajudou a socorrer vítimas

Um dos primeiros a sair da boate Kiss, em Santa Maria, quando o incêndio que deixou 245 mortos começou, o estudante de Medicina Murilo De Toledo Tiecher, 26 anos, relata que, por não enxergar a pista de dança, os seguranças não entenderam o que estava acontecendo e tentaram barrar a saída dos jovens que estavam na festa.

Ao correr para a saída, Murilo ficou prensado contra uma barra de ferro que servia para organizar a fila na entrada. Ao conseguir pular, deparou-se com a porta

Veja depoimentos de sobreviventes de incêndio em boate no RS

Efeitos pirotécnicos, faíscas, fumaça, corre-corre, desespero e centenas de feridos e mortos espalhados. Esses são os relatos de testemunhas que sobreviveram à tragédia na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que deixou mais de 230 mortos e pelo menos 131 feridos. Segundo informações preliminares, o fogo teria começado por volta das 2h30, depois que o vocalista da banda que se apresentava ter feito uma espécie de show pirotécnico, usando sinalizador. As faíscas teriam atingido a espuma do isolamento acústico no teto da boate e iniciado o fogo, que se espalhou em poucos minutos. O incêndio provocou pânico entre os presentes, e muitas pessoas não conseguiram acessar a saída de emergência.

Músicos dão relato
"A gente saiu mal, no meio da fumaça, tive dor no peito. Fiquei aguardando para podermos nos achar, para ver quem tinha saído. Fomos nos encontrando aos poucos e ficamos na expectativa de achar o Danilo, mas ele não apareceu."
(Eliel de Lima, de 31 anos, baterista da banda Gurizada Fandangueira, que tocava na boate Kiss na hora do incêndio. O sanfoneiro Danilo Jaques, o mais jovem do grupo, morreu).

 "Conseguimos sair logo no início pela porta que tinha um metro e meio de largura. Só conseguíamos enxergar 5 centímetros à frente por causa da fumaça preta."
(Valderson Wottrich, líder da banda Pimenta e seus Comparsas, que tocava na boate Kiss antes do incêndio, disse que dois dos quatro membros do grupo ainda estão desaparecidos).

Gente só de calcinha e cueca
“Eu liguei para os bombeiros, algumas pessoas tentaram voltar para pegar mais gente lá dentro, mas tinha fumaça e não dava para enxergar mais ninguém, era uma cortina de fumaça. A gente puxava as pessoas pelo cabelo, pela roupa, muita gente saía só de calcinha e cueca, muitas sem camiseta, talvez para se proteger da fumaça, e os bombeiros chegaram rápido e começaram a organizar e usar a mangueira”.
(Murilo de Toledo Tiecher, de 26 anos, estudante de medicina e um dos primeiros a sair da boate, quando o incêndio começou. Ele conta que, inicialmente, seguranças tentaram impedir a saída dos clientes, mas logo perceberam a fumaça e liberaram a saída. Tiecher diz também que a saída foi dificultada por uma grade colocada perto da porta para organizar a fila de entrada).
 Salva pela área VIP
“Vi umas faíscas, mas achei que eram apenas os foguinhos da luva [do integrante da babda]. Vi uma gritaria, achei que fosse alguma briga. Foi quando gritaram ‘fogo’, vi as pessoas correndo, vi a fumaça, e saí correndo.”
(Fernanda Freire Gomes Bona, de 23 anos, fotógrafa oficial da boate, estava em uma área VIP próxima à saída quando o incêndio começou. O local tinha uma vista privilegiada da boate, permitindo não apenas que ela tirasse fotos, mas também que percebesse rapidamente o incêndio e escapasse do local em poucos minutos).

'Queriam as comandas'
“Dei sorte, estava perto da saída quando vi que começou o incêndio. Mesmo assim, os seguranças trancaram porque queriam as comandas. Eles abriram, mas ficou mais ou menos um minuto e meio trancado.”
(Jonathas Castilhos, um dos primeiros a deixar a boate Kiss e que ajudou a socorrer amigos e desconhecidos que necessitavam de atendimento).


Engatinhando com pessoas passando por cima
“Quando soltaram o primeiro fogo, saí de perto do palco. Cheguei perto dos banheiros e todo mundo correu para perto da porta de saída, e os seguranças trancaram. Eu estava espremida na parede e só consegui escapar porque me puxaram. Fui engatinhando até a saída, com pessoas passando por cima. Estou com muita ardência na garganta e nos olhos por causa da fumaça.”
(Shelen Rossi, de 19 anos, que teve alta do hospital na manhã deste domingo, mas ainda sente no corpo os efeitos do ar inalado do incêndio).
Perto da porta de saída
"Nós estávamos em um local perto da porta de saída, então foi mais fácil para a gente poder sair, mas era um corre-corre, todo mundo empurrando, pessoal caindo no chão. [Foi mais fácil sair] só pelo fato de estarmos perto da porta de saída, ali num local que era mais próximo. Quem estava próximo ao palco, do outro lado, não teve condições de sair."
(Taynne Vendrúsculo, estudante, que viu a fumaça se espalhar de forma tão rápida que apenas quem conseguiu deixar a boate nos primeiros minutos se salvou).

'Saí arrastada pelo chão'
"Nós olhamos para o teto lá na frente do palco e estava começando um fogo. Foi um amigo nosso que nos mostrou, aí nós começamos a cair. Minha irmã me puxou e eu saí arrastada pelo chão."
(Luana Santos Silva, de 23 anos, estudante, que disse que o fogo se alastrou rapidamente pelo interior da boate.

Ministro da Saúde diz que prioridade no RS é salvar vidas dos feridos

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou neste domingo (27), durante coletiva de imprensa em Santa Maria (RS), que a prioridade neste momento é salvar a vida das pessoas que ficaram feridas durante o incêndio em uma boate da cidade. Na coletiva, autoridades da Defesa Civil informaram que 233 pessoas morreram, 120 homens e 113 mulheres.
Segundo Padilha, 92 feridos no incêndio estão internados em hospitais de Santa Maria, além de 14 pessoas que foram transferidas para Porto Alegre. Ele alertou ainda que é possível que as pessoas expostas à fumaça na boate podem ser vítimas da chamada pneumonia química (quando há inalação de fumaça tóxica).