sábado, 27 de fevereiro de 2010

Saubara: PRTB Muda presidente





César Mascarenhas assume presidência do diretório Municipal do PRTB em Saubara, depois de decisão tomada pela executiva estadual.

Lula pode vir a Feira de Santana em março



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá estar em Feira de Santana para a entrega do primeiro conjunto do programa "Minha Casa, Minha Vida" do Norte e Nordeste. O ato será realizado no dia 23 de março, uma terça-feira. Trata-se do Conjunto Nova Conceição, no bairro Conceição, com 440 unidades, destinadas a pessoas com renda de zero a três salários mínimos. construídas pela R. Carvalho.
No final da manhã de ontem (26), o prefeito Tarcízio Pimenta e o secretário de Habitação Antônio Carlos Borges Júnior, estiveram reunidos na Caixa Econômica Federal com o vice-presidente da instituição Jorge Fontes Hereda, e superintendente regional em Feira de Santana José Raimundo Cordeiro, quando definiram aspectos ligados ao programa do Governo Federal.

Foi Jorge Hereda quem aventou a possibilidade do presidente Lula incluir em sua agenda na Bahia a participação na entrega das unidades, provavelmente acompanhado da ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pois o evento pode ser a primeira entrega de conjuntos do "Minha Casa, Minha Vida", não só na duas regiões, como primeira do Brasil. O prefeito Tarcízio Pimenta informou que aproveitou a estadia do vice-presidente da Caixa para solicitar dele a ampliação do programa no município, com a inclusão de mais duas mil unidades residenciais até o mês de abril.

Também solicitou de Jorge Hereda estudos sobre a possibilidade de plano de moradia para servidores municipais. O vice-presidente ficou de analisar o pleito no mais breve espaço de tempo. Tarcízio Pimenta ainda discutiu com Jorge Hereda sobre a adequação da ocupação existente no bairro Aviário. Participaram ainda da audiência o gerente regional de Relações com o Governo Municipal, Edmilson Assis, gerente regional de Construção Civil, Marcos Vinicius Pacheco, e gerentes de agências locais.

Informações da Secom

Presos integrantes de quadrilha de assaltantes


Henrique Teles Quinaglia (esquerda da foto) e Leomar Rodrigues dos Santos Júnior.

Policiais civis e militares da cidade de Milagres, juntamente com policiais civis da Decarga de Feira de Santana, sob o comando do delegado João Rodrigo Uzzum, prenderam dois integrantes de uma quadrilha especializada em assalto a banco e roubo de cargas. Os homens foram identificados como Leomar Rodrigues dos Santos Júnior, 22 anos, morador em Irecê, e Fábio Henrique Teles Quinaglia, 29 anos, morador em Osasco (SP).


Segundo informações do delegado Uzzum à reportagem do Acorda Cidade, os acusados estavam no posto de combustíveis Paraguassu, em um veículo Hilux, cor branca, placa KAJ - 3327, licença de Teresina (PI), quando foram abordados.Na delegacia, eles confessaram o roubo a uma carreta que transportava aparelhos eletrônicos de Joinville. O motorista foi mantido em um cativeiro próximo à cidade de Tanquinho.
">
A equipe do delegado João Rodrigo Uzzum encontrou na Hillux um aparelho bloqueador de sinal de telefones celulares. (Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade)

Segundo o delegado, no momento que as pessoas ligavam o celular, automaticamente era bloqueado. O delegado João Uzzum acredita que durante os assaltos o aparelho era ligado para evitar que a vítima acionasse a polícia. Ele suspeita a quadrilha seja responsável também pela tentativa de assalto a uma agência bancária em Santo Antônio de Jesus, pois o carro usado tinha as mesmas características do que foi encontrado com Leomar Rodrigues e Fábio Henrique.

Fonte: Acorda Cidade

CASOS DE DENGUE CRESCEM 109% NO PAÍS


De acordo com relatório divulgado pelo Ministério da Saúde nesta sexta (26), foram registrados 108,64 mil novos casos de dengue no país, entre 1° de janeiro e 13 de fevereiro. O crescimento de 109%, se comparado ao ano passado, pode ser explicado pelo alto volume de chuvas que atingiram algumas regiões do Brasil. Apesar do aumento do número de casos, a quantidade de mortos diminuiu, foram registradas 31 mortes, contra 51 ocorridas no mesmo período de 2009.

Curtas e Venenosas da Semana




* Realmente, ou Miami está muito barato, ou a galera do axé está ganhando bem. Veja a relação de quem foi visto por lá na semana passada: Eduardão duAsa,Bruno Melo DaPequena, Ricardo Lelys duAsa, Chiquinho duEva, Fausto duChiclete, André Lelys, irmão de Durval, Saulo duAsa, Colher, ex netinho, e, acreditem, Ivson duMel. Americano adora Latino e Nordestino.



* Que Ronaldinho Gaúcho deu um 'birro' em todos os fornecedores do 'Natal Show de Bola' todo mundo sabe. O que não dá para acreditar é que nem o taxi das "amigas" que foram visitá-lo em Sauipe ele pagou.



* Vejam vocês a que nível de apresentadores chegou a televisão na Bahia. Clique aqui e veja.



* Realmente, Léo vai precisar de muito 'Rebolation'. Foi formado um consórcio em torno de sua carreira. O ex-tenente da PM Wilsinho Kraychette, o filho do coronel Marcelo Britto, Manoel Castro, Paulo Borges e Cal Adam.



* Vale lembrar que esse consórcio é forte, tem penetração, dinheiro e poder. Só não conseguiu alavancar o Araketu.



* O twitter mal utilizado é um problema. As pessoas tomam uma, escrevem bobagem e, quando se arrependem, não podem voltar atrás. Dois exemplos recentes foram Nizan Guanaes e Mônica Sangalo. Nizan recebeu um processo e Mônica um belo esporro da irmã.



* Por falar em irmã, Saulo incentivou a saída de seu irmão, que não lembramos o nome, da Chica Fé. Comenta-se que o rapaz assumiria a banda Eva e Saulo partiria para a carreira solo. Vale lembrar que isso é apenas uma especulação.



* Como diz Gilberto Gil, 'a usura desse povo já virou um alejão'. O Camaleão no Campo Grande tinha prá lá de 5 mil associados. Sobrou para Seu Wilson, irmão de Bell, engenheiro de som, que não conseguiu atender a contento os foliões.



* Por falar em Camaleão, sabemos que só sairá no Campo Grande terça-feira. Ou seja, acabou de acabar a segunda-feira do Campo Grande. Como a ordem de desfile é uma concessão do município, João Henrique, para o bem do circuito Osmar, não deveria permitir.



* Por falar em Campo Grande, a única salvação seria a subida do Asa, que, com a ida de seu camarote para o circuito, que já está definido, é possível que isso aconteça.



* Para quem acha que "Vou te comer" e "A dança da cachorra" são músicas pesadas, veja a mais nova sensação da internet e tire suas conclusões.



* Há pessoas que acham que esta coluna só faz o mal. Estão enganados. Falamos o que as pessoas não gostam de ouvir. Algumas vezes pegamos pesado até com nós mesmos. Mas, em nenhum momento temos a intenção de prejudicar, o que prejudica mesmo é o cigarro.

CADA MURO “PINTADO” EQUIVALE A 1/3 DA CESTA BÁSICA


O detalhe que chama atenção na depredação pública é o requinte do ato. Em vez de pichações em spray aplicadas sobre áreas sujas, o agressor teve o “cuidado” de pintar primeiramente o muro com tinta branca e escrever, em grossas linhas pretas, as frases de ataque político sem que houvesse sequer um erro de português, como no caso da palavra “Otto”. Além de serem utilizados jargões do meio como JW, que é uma sigla atribuída ao governador Jaques Wagner, pouco usual mesmo no universo partidário. O Bahia Notícias apurou ainda que para realizar o trabalho em cada parede, o custo apenas de material é de aproximadamente R$ 65, entre galão de tinta branca (R$ 30), ¼ de tinta preta (R$ 15), rolo (R$ 16) e pincel (R$ 4). Na capital do desemprego, a soma equivale a aproximadamente 1/3 do valor da cesta básica no mercado soteropolitano, conforme o balanço de janeiro do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese)

PORTO ALEGRE: SECRETÁRIO É ASSASSINADO


O secretário da Saúde de Porto Alegre, Eliseu Santos, de 63 anos, foi morto na noite desta sexta-feira (26), no Bairro Floresta, na Zona Norte da capital gaúcha, quando deixava um culto religioso, por volta das 21h. Segundo a polícia,o secretário foi morto dentro de seu carro após quatro homens terem se aproximado do veículo e, ao menos um deles, disparar algumas vezes. A polícia informou que Eliseu teria sido atingido três vezes no peito. A assessoria da Secretaria Estadual de Saúde informou que Eliseu Santos foi morto na frente da mulher e da filha de 6 anos, que, embora estivessem no mesmo carro, não foram atingidas pelos disparos. A assessoria informou ainda que Eliseu Santos estava armado com uma pistola 380 e reagiu, disparando contra os agressores. O órgão disse que o secretário andava armado porque vinha sendo ameaçado de morte.

PICHAÇÕES NA CIDADE TERIAM SIDO FEITAS PELO PMDB




As pichações que se espalharam em Salvador nos últimos dias para criticar a possível aliança entre o governador Jaques Wagner (PT), o senador César Borges (PR) e o conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Otto Alencar, que deve se filiar ao PP para disputar as eleições, podem ter sido feitas pelo PMDB. Denúncias recebidas pelo Bahia Notícias dão conta de que a ação foi promovida pelo partido que administra a cidade. A legenda do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, teria interesse em desgastar a costura, tanto para enfraquecer a chapa concorrente quanto para ampliar o tensionamento interno no PT, bem como receber, de quebra, o parlamentar republicano no colo. A possibilidade também é cogitada entre os petistas, uma vez que a população ainda não teria motivação para se manifestar no momento pré-eleitoral em relação a um aspecto específico advindo de um debate precoce e não confirmado. “Há fortes indícios de que essa campanha provocativa seja de autoria do PMDB. A iniciativa revela o desespero do partido face à capacidade de articulação política do governador Jaques Wagner quanto a possibilidade de incorporar ao seu projeto personalidades que seriam imprescindíveis na chapa do ministro Geddel Vieira Lima”, afirmou o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Waldenor Pereira (PT).

(Evilásio Júnior)

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Arruda perde advogados e quer negociar co o STF

Notório mentiroso, que negou ter participado da violação do painel do Senado - e até chorou para, depois, reconhecer o delito e renunciar - o governador preso do Distrito Federal, José Roberto Arruda, agora quer empenhar a sua palavra para, em troca, ter a liberdade concedida pelo Supremo Tribunal Federal. Mas, que palavra Arruda, reconhecido mentiroso e suposto corrupto pode apostar? Ele quer deixar a prisão negociando com o STF de que não retornará ao cargo de governador até terminar o seu processo. Ora, Arruda não está preso porque é governador e, sim, por dificultar as apurações dos fatos e tentar corromper testemunhas. O Supremo torce o nariz. Deve julgar seu habeas corpus na próxima semana. É possível que continue preso. Se ele renunciar à condição de governador, uma nova prisão significa ir para o presídio de Papuda, o equivalente ao Carandiru, de São Paulo, já demolido. Lá, se encontram alguns assessores do seu governo envolvidos no processo. A situação do governador é dificílima. Ontem à noite, três advogados de defesa, renunciaram à causa de Arruda sem dizer a razão. Sabem, talvez, que é difícil, muito difícil, sustentar posições de um cliente tão complicado e tão desprezível. Além do mais, o Supremo também deverá apreciar o pedido da Procuradoria Geral da República que quer intervenção federal no Distrito Federal. Arruda ainda não pagou o preço que deve. Talvez seu lugar certo seja mesmo a Papuda para servir, se é que isto é possível, de exemplo para os políticos corruptos que infestam Brasília, e, de resto, as diversas unidades federativas brasileiras.

(Samuel Celestino)

Mais de 200 animais soltos são recolhidos das rodovias em 2 meses

Mais de 200 animais que estavam soltos às margens das rodovias foram recolhidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nos dois primeiros meses deste ano. Na BR 407, entre as cidades de Jaguari e o distrito de Massaroca, em Juazeiro, no norte do estado, 23 animais foram retirados apenas na quinta-feira (25) e levados para os currais das prefeituras de Jaguarari e Juazeiro.

Segundo dados da PRF, o atropelo de animais à margem desta rodovia contribui para mais de 7% dos acidentes ocorridos, mais do que a média nacional que é de 3%.

A PRF informou, por meio de nota que, que a maioria dos animais encontrado é jumento que é atraído para a pista quente, já que seu habitat natural é o semi-árido. Os acidentes também são causados por conta dos proprietários que deixam os animais soltos na pista.

Dupla liga sem querer para a polícia quando estava arrombando carro


Stefanie e um adolescente foram flagrados arrombando um carro na Flórida


A americana Stefanie Vargas, de 19 anos, e um adolescente de 13 anos estavam arrombando um veículo em Daytona Beach, no estado da Flórida (EUA), quando um deles ligou acidentalmente para o serviço de emergência da polícia, segundo a emissora 'WFTV'.
Conforme o porta-voz da polícia de Daytona Beach, Jimmie Flynt, o operador do serviço 911 ouviu quando a dupla discutiu o que valia a pena roubar do carro que estava estacionado próximo a uma boate na manhã de domingo.

Segundo informações do G1, quando chegaram ao local, os agentes viram o adolescente dentro do carro. De acordo com a polícia, a dupla tentou fugir em um utilitário esportivo dirigido por Stefanie, mas foi detida.

Vereadoras do DEM na Câmara se juntam à candidatura de Wagner

A sucessão estadual começou a refletir na Câmara de Vereadores de Salvador. O lance mais evidente no jogo político que se desenha para 2010 foi o anúncio feito pelas duas únicas vereadoras do DEM - Tia Eron e Andréa Mendonça - de que deixam de obedecer às ordens do partido na Casa e se
afastam do prefeito João Henrique (PMDB), formando um novo núcleo de parlamentares auto proclamados como “independentes”.

Fontes ligadas aos partidos envolvidos na disputa deste ano confidenciaram ao CORREIO que, por trás da debandada, está o desejo das vereadoras de embarcar na candidatura de Jaques Wagner à reeleição. Uma por orientação familiar. A outra pelas alianças formadas por sua principal base de apoio.

A vereadora Andréa Mendonça é filha do empresário e deputado federal Félix Mendonça (DEM), que há meses vem comungando com o projeto de poder petista. O irmão de Andrea, Félix Mendonça Júnior, também conversa abertamente sobre o desejo de assumir a herança política do pai, através de uma candidatura à Câmara Federal no barco de Wagner.

Desde setembro, Mendonça Júnior está filiado ao PDT - na mesma cerimônia que também referendou o ingresso na sigla do presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (ex-PSDB), e de políticos historicamente ligados ao carlismo, entre eles, o deputado federal José Carlos Araújo (ex-PR), e o deputado estadual Paulo Câmera (ex-PTB).

A vereadora Tia Eron, por sua vez, é ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, cuja orientação nacional é apoiar o PT em todas as esferas. Apesar das evidências, as duas democratas negam que a decisão esconda uma manobra para forçar o DEM a expulsá-las, pavimentando o caminho para a
filiação a um partido da base governista.

As vereadoras afirmam que a saída delas da bancada aliada do prefeito teve como único objetivo a liberdade em relação ao Executivo. “Vamos manter uma postura de independência. Vamos votar apenas aquilo que considerarmos que seja bom para a cidade”, afirmou Andrea.

A parlamentar enumerou ainda os motivos para deixar a base do prefeito. “Não concordo com a postura dele (prefeito) em mandar os projetos para a Casa sem uma discussão prévia e sempre de última hora. Assim não conseguimos debater nem com os secretários os temas pertinentes”, disse a democrata.

“O líder do prefeito na Câmara (vereador Pedro Godinho, do PMDB) não pode decidir por nós como vamos votar. Não daremos mais esse direito”, acrescentou.

ISOLAMENTO As parlamentares afirmaram ainda que negaram um convite feito pelos vereadores Alan Castro (PTN), Luizinho Sobral (PTN), Alcindo da Anunciação (PSL), David Rios (PTB) e Pastor Luciano (PMN) para integrar uma espécie de bancada independente - o que não é permitido pelo regimento da Casa, que só considera as bancadas de situação e oposição.

“Não vamos participar de nenhum bloco específico. Queremos apenas independência”, disse Eron. Na prática, no entanto, as duas vereadoras nunca foram aliadas do prefeito. Na votação do projeto para a concessão do serviço de recolhimento do lixo, Eron deixou o plenário antes da apreciação do projeto pela Casa e Andrea votou contra a proposta.

“Na verdade, elas nunca foram da bancada governista. Então a postura delas não indica uma perda”, afirmou um vereador ligado a João Henrique. Presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), principal cargo ocupado pelo DEM na administração municipal, Cláudio Tinoco negou que a postura das vereadoras possa interferir na sua relação como Executivo.

“Eu me sinto muito prestigiado pela administração municipal e isso não vai influenciar. Eu dissocio completamente a postura delas com a relação entre o DEM e o PMDB”, afirmou. Já o deputado federal ACM Neto (DEM) foi mais crítico em relação à postura das vereadoras. Ele afirmou que não houve uma consulta prévia das parlamentares para a decisão.

“Não sei o motivo que levou à decisão delas. Não posso responder por elas, porque ambas não fazem política comigo, sequer em Salvador. Elas são do partido, mas não falam por ele”, disse. ACM Neto afirmou ainda que a decisão das democratas não reflete a postura do partido em relação ao prefeito.

(Notícia publicada na edição do dia 26/02/2010 do CORREIO)

Depois da festa do pó, Kelly Doçura acusa policiais de espancá-la



A Boca do Rio sediou na quinta-feira (25) a segunda edição da farra do pó na Bahia. Em vez das tradicionais camisas coloridas, a cor que predominou na festa que reuniu 44 pessoas, das quais 13 eram menores, foi o branco da cocaína.

Depois da esbórnia promovida por traficantes na última terça-feira em Feira de Santana, que resultou na prisão de 76 pessoas, foi a vez de os irmãos Leornardo dos Santos Nascimento, 25 anos, e Edmilson dos Santos Nascimento, 26, comemorarem juntos os aniversários com muita cerveja, picanha, pagode e cocaína. A intenção dos irmãos era esticar a festa, que começou ao meio-dia, até meia-noite, mas policiais da Rondas Especiais (Rondesp) interromperam a farra por volta das 21h30 de quarta-feira (24). “Recebemos uma denúncia anônima de que havia traficantes procurados e pessoas consumindo drogas na festa”, contou o comandante da Rondesp Atlântico, major Valter Souza Menezes.
Depois da festa do pó, Kelly Doçura acusa policiais de espancá-la

Apreensão
Vinte e cinco policiais do grupo invadiram a casa e prenderam as 44 pessoas. Segundo o major, os três homens que faziam a segurança na porta da casa fugiram com a chegada da polícia. Os convidados foram transportados para a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes por um ônibus do Batalhão de Choque.

Polícia apreendeu 91 cubos de haxixe, 52 trouxas e 13 balas de maconha. Dos 44 detidos, somente os irmãos Edmilson e Leonardo, Alan dos Santos Campos, 24, e André Monteiro, 20, serão indiciados por tráfico de drogas. Segundo o chefe do Serviço de Investigação (SI), Odair Carneiro, nenhum deles tem passagem pela polícia. “Nossa festa era só mulher, churrasco e cerveja. Tinha droga não”, disse Leonardo.

Doçura
Kelly Sales Silva, 21, conhecida como Kelly Doçura, que estava na festa, largou o doce e contou outra história. “ Tava todo mundo cheirando cocaína, mas não tinha maconha e haxixe. Quando a polícia entrou, eles começaram a jogar os sacos para cima do telhado da laje”, lembrou Kelly.

Kelly, que é conhecida por colocar fotos suas segurando armas no orkut, afirmou que logo que entraram na festa os policiais foram para cima dela. “Tava de costas quando um deles me pegou pelos cabelos e me arrastou dizendo que eu coloco foto de arma em meu orkut”, contou.

Com marcas roxas no quadril, braços, pescoço e a camisa da seleção da Argentina suja de terra, Kelly afirmou ter sido torturada por policiais durante a ação. “Eles colocaram algemas e me levaram para a garagem e me espancaram. Colocaram saco plástico em minha cabeça três vezes. Desmaiava e acordava com chutes na barriga”. O major Menezes negou o espancamento.

A garota nega que o orkut em que aparece segurando armas seja seu. Segundo Kelly, seu perfil foi violado por uma inimiga pública, que postou fotos que tirou quando namorava com o traficante Sidnei Ferreira da Silva. “Ele tinha arma e eu nunca segurei uma. Tirei foto por celular, passei para amigas e elas espalharam. Não tenho armas”. Kelly mora em Camaçari com a mãe. No final da tarde de quinta-feira (25), ela foi liberada pela polícia.

Durante o dia de ontem (25), parentes dos presos foram à DTE em busca de informações. “Viram meu filho na televisão e me ligaram. Vim para cá desesperada”, disse a empregada doméstica Patrícia Góes, mãe do ajudante de mecânico Ulisses Ferreira, 18, que trabalha em uma oficina na Boca do Rio. Ela e uma tia do rapaz estavam inconformadas com a prisão do rapaz. “Quem com porcosa nda farelo come. Ninguém é besta. Todo mundo sabia onde estava se metendo”.

Meninas no evento
Como em Feira de Santana, a edição soteropolitana da farra do pó contou com a presença de menores de idade. Dos 44 convidados, 13 tinham menos de 18 anos e destes 9 eram meninas. Eles foram levados para a Delegacia do Menor Infrator (DAI). Segundo a delegada titular Claudenice Mayo, nenhum deles tem passagem pela polícia. A idade dos menores varia entre 14 e 17 anos. A mais nova do grupo é a estudante L.S.M., 14. “Não consumi drogas, bebi só umas latinhas de cerveja. Não sabia que Leonardo é traficante”, afirmou.

Uma das menores apreendidas era a estudante G.G.B., 17, namorada de Leonardo há um ano, disse que a denúncia anônima foi feita pela mãe de uma menina, menor de idade, que foi escondida para a festa. “Quando a mãe descobriu e apareceu fez um escândalo. A menina tava muito doida e não queria ir embora, mas quando a mãe ameaçou chamar a polícia. Foi ela que ligou para a polícia”, declarou. Ela negou que houvesse consumo de droga na festa.

Grávida de dois meses, L.A., 17, deu um zigue no namorado, que mora com ela em Cosme de Farias há três anos. “Esperei ele sair de casa para trabalhar 11 horas e fui com uma amiga escondida. Ele nem sabe que estou na delegacia”, contou.

Vida louca e trágica
Kelly Sales Silva, conhecida como Kelly Doçura, tem 20 tatuagens. Mas em meio aos desenhos do coelho da Playboy, de Chucky, o brinquedo assassino, e de um dragão que se enrosca por sua perna esquerda, uma frase resume seus 21 anos de história: “Vida Loka”, tatuada no cóccix.

A “lokura” começou com o desfecho trágico de seu primeiro namoro, com Anderson, 17, de quem estava grávida. Depois do fim do namoro, Anderson se suicidou tomando veneno de rato. “Kelly estava com 16 anos e seis meses de gravidez e só falava que ia se matar. Encontramos chumbinho na gaveta dela” , lembrou a irmã Carla Sales, 24.

Kelly começou a ter visões, inclusive jogando o filho pela janela. O garoto tem 5 anos. Nessa época, ela deixou de ser Kelly Sales Silva para se transformar em Kelly Doçura. “Eu namorava com Bombado Doçura, percussionista do Saiddy Bamba, que agora tá no Báck, por isso o apelido”, lembrou. Bombado não foi localizado para contar se Kelly é a chapeuzinho vermelho que inspirou a música Lobo Mau.

Do batuque do pagode, Kelly foi para os pipocos do “berro”. Aos 17 anos ela conheceu e se apaixonou pelo traficante Sidnei Ferreira, que atuava no Garcia, onde os dois moravam. O amor que sentiu por Sidnei foi gravado em seu corpo, em uma tatuagem com o nome do traficante no punho direito. “Sidnei foi o amor da minha vida. Não comando tráfico. Nunca me meti nas coisas dele”, contou Kelly. Ele foi morto por um policial à paisana há três anos em um assalto a ônibus na Garibaldi.

O quarto amor foi o assaltante Hugo, que morreu numa briga. Ela tatuou o nome dele no cocuruto. Hoje, namora a distância com um italiano que conheceu no Carnaval de 2006. “Ele me manda R$ 500 todo mês... É assim que me sustento'.

IBGE abre hoje inscrições para 14 mil vagas de recenseador no estado


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) inicia nesta sexta-feira (26) as inscrições do concurso público para o preenchimento de 191.972 vagas temporárias de recenseador em todo o país. Para a Bahia, são 14.449 mil vagas - em todas as cidades - e os aprovados trabalharão no censo 2010.

O prazo para inscrições termina dia 4 de abril pelo site da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br ). O candidato precisa ter ensino fundamental completo e idade a partir de 18 anos. A taxa é de R$ 18.

A remuneração será por produção, com base na quantidade de domicílios recenseados. O trabalho no censo é temporário. Em média, há 300 domicílios por setor censitário, que podem ser visitados em menos de 30 dias. Em média, os setores poderão propiciar uma remuneração de R$ 800 a R$ 1.600, dependendo da região do estado.

(Notícia publicada na edição impressa do dia 26/02/2010 do CORREIO)

DTE divulga lista de autuados em festa de traficante



A Delegacia de Tóxicos e entorpecentes (DTE) de Feira de Santana forneceu ao Acorda Cidade, a lista das 62 pessoas atuadas por tráfico ou associação ao tráfico que participaram da festa de aniversário do traficante Josenildo Borges Souza, o”Pona”, 25 anos.

Entre os presos, há três mulheres. Veja a lista


1- Josenildo Borges de Souza

2- José Sales de Souza

3- Jackson Rogério Borges de Souza

4- Edna da Conceição Cerqueira

5- Silvana Conceição de Souza

6- Karine de Jesus Diniz

7- Adilson Costa de Jesus

8- William da Silva de Jesus

9- Silval Oliveira Barbosa

10- Romulo Mascarenhas Costa

11- Danilo Martins de Sena

12- Edimilton de Jesus Evangelista

13. José Alberto do Lago Batista

14. Edvaldo Oliveira Barbosa

15. Carlos Alberto Coelho Santos

16. Jackson Moreira de Carvalho

17. Rafael Cerqueira Silva Neto

18. Benício Marques da Conceição Júnior

19. Antonio Carlos Santana Sena

20. Anderson de Oliveira Guerra

21. Luiz Carlos Cerqueira Sales

22. Sérgio dos Santos Bacelar

23. Elton Carlos Jorge do Nascimento

24. Luiz Henrique de Souza Santana

25. Jean Barroso de Santana Teixeira

26. Wellington Pereira da Silva

27. Júnior César Pereira dos Santos

28. Rodrigo Liam Magalhães

29. Leandro Ramos da Silva

30. Roberto Costa de Jesus

31. Antônio Marcos dos Santos Martins

32. Diego Costa de Jesus

33. Joseval de Jesus dos Santos

34. Raimundo Pinto Martins Júnior

35. Eduardo Galane Perez

36. Natanael de Jesus Costa

37. Robson Umbelino Coutinho

38. Mário Silva de Jesus

39. Jailton Dias de Oliveira

40. Nerival de Oliveira Trabuco

41. David Martins da Silva

42. Roberto de Oliveira Santos

43. Welveston Oliveira Souza

44. Jean Aguilar da Silva

45. Roberto de Souza Silva

46. Joilson Lima Martins

47. Fabrício Sena Silva

48. Jefferson Santos da Silva

49. Gilvan Bonfim Souza

50. Antonio Fábio dos Santos Jesus

51. Edilson de Souza Tanan Lima

52. Fabrício Pinheiro Araujo

53. Antonio Carlos Fernandes da Silva

54. Juscelino Souza Andrade

55. Regiandriano Barbosa da Silva

56. Leandro Maciel de Oliveira

57. Joilson Rocha Bacelar

58. Danilo Cerqueira Silva

59. Nilson da Conceição Neris

60. Josevan Santos Correia

61. Marinoel de Jesus Silva e

62. Alexsandro Oliveira Lima

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O poder da vírgula


Vírgula pode ser uma pausa... ou não:
Não, espere.
Não espere...

Ela pode sumir com o seu dinheiro:
23,4.
2,34.

Pode criar heróis:
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

Ela pode ser a solução:
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião:
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

A vírgula pode condenar ou salvar:
Não tenha clemência!
Não,tenha clemência!

Quem tem mais valor, o homem ou a mulher?
Se o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria de quatro à sua procura.

* Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER...
* Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM...

Melancolias de um sertanejo longe de seu torrão



Melancolias de um sertanejo longe de seu torrão
(Manoel Messias Belizario Neto)

Sertão seco estou aqui
Nessa capital à toa.
Um dia eu te deixei
Por que faltava garoa.
Agora desprotegido,
Desempregado, sentido,
Tua falta me magoa.

Te deixei meu velho chão
Porque faltou agasalho.
Do gado todo caído,
Não mais se ouvia chocalho.
Chorava parado o vento,
O chão queimava sedento.
Despedia-se o orvalho.

Mesmo assim velho Sertão
Não posso te esquecer.
Te respirarei até
O dia que eu morrer.
Esses lugares modernos
Cheios de gente de terno
Nem chegam aos pés de você.

Tua calça sertão Velho
É um belo mandacaru;
A camisa é um juazeiro
Enfeitado de anu.
O cupim é o chapéu;
A gravata é o céu
Se derramando em azul.

Teus prédios são os serrotes
Habitadas por guará
Que guardam a tua filha.
A princesa do lugar
Do Reino da Pedra Fina
Caatinga ainda menina
Criou-se feliz por lá.

Teus mares são os açudes
Livres da poluição;
As veredas são as linhas
Dos metrôs do coração
De um sertanejo nato
Que aqui se sente ingrato
Por ter deixado teu chão.

Sertão Velho sou teu servo.
Sou teu súdito. É meu rei.
Mesmo que eu vá para a China
Inda lá te servirei.
Sem ti sou grilhão sem elo.
Guarde um canto no castelo
Que um dia eu retornarei.

Festa do pó

Horóscopo do dia!

Com a Lua entrando em Leão, o brasileiro não deve contar com surpresas nesta sexta-feira, IBAMA devolve pássaros apreendidos, O povo vai mudar legislativo baiano, Cocada de feijão já a venda em Cachoeira, Muritibanos aprovam 100% administração do prefeito, eleitores Cachoeiranos esqueceram a promessa pessoal daquele vereador, Ninguém olha a vida do outro, O bloco da preguiça saiu atrasado, Fofoca não existe, CIRETRAN de Cachoeira continua usando o bafômetro nas fiscalizações, Paulo Souto é vice de Wagner, Exames gratuitos continuam caindo do céu, Vereadores de Cachoeira visitam o Cucui de caboclo, Geddel Continua disparado nas pesquisas, Leva e trás desaparece, Fofoqueiro não inventa, Júpiter e Saturno amanheceram de mau-humor e decidiram antecipar o inferno astral do brasileiro.
Ainda bem que eu não acredito em horóscopo.

Anamara perde a linha e provoca rapazes


RIO DE JANIERO – Na madrugada desta quinta-feira (25), os brothers e sisters curtiram mais uma festa no confinamento. Ao som de muita música e regados a muita bebida, os participantes do “Big Brother Brasil 10” bateram papo, dançaram e, mais uma vez, Anamara apimentou a noite dos rapazes da casa com muitas provocações.

No início da “balada”, os participantes aproveitaram para comer e conversar bastante. À medida que eles foram bebendo e dançando, o clima começou a ficar mais alegre e Maroca acabou se empolgando. A sister insistia para Eliane fazer a “dança da bundinha maluca” em frente à cabine dos DJ’s junto com ela, mas a dançarina não topou.


“Ela quer fazer ‘bundinha maluca’ para o DJ! Ela tá doida!”, dizia Lia.


Mesmo sem ter seu desejo realizado, Anamara se juntou ao colega Sérgio e começou a rebolar em cima de uma garrafa. Enquanto o estudante dançava com um dos objetos, a policial militar quis ir além e dançou sobre duas garrafas.


“Eu sou gulosa! Agora essa ‘Ice’ ta gostosa. Tá temperada com o gosto da ‘rachada’”, disparou a morena.


Não contente em requebrar sozinha, Maroca partiu para cima do brother Carlos e começou a remexer seu bumbum quase se sentando no colo do rapaz. “Não posso olhar”, dizia fortão enquanto virava o rosto. Anamara estava disposta a deixar o colega maluco e disparou: “Por quê? Você vai ficar frapê?”. Depois, a baiana se ajoelhou em frente ao colega e fez a tal da “dança da bundinha maluca”.


Mas não pense que os outros rapazes da casa ficaram só assistindo Maroca provocar Cadu. Assim que terminou de se divertir com o personal trainer, a morena partiu para o ataque novamente.


Ela aproveitou que Michel estava deitado e deu um show de rebolado em cima do loiro. “O que é isso!? Ela tá completamente doida!”, exclamou o publicitário. Em seguida, Cadu se aproximou da cena e começou a dar alguns tapas no bumbum da colega enquanto ela requebrava e fazia caras e bocas sobre o corpo de Michel.


Eliéser não ficou de fora da brincadeira e também ganhou um showzinho exclusivo de Maroca enquanto sua namorada, Cláudia, assistia tudinho.


Depois de dançar bastante, a morena cantou, ou melhor, gritou horrores ao som das canções “Beber, Cair e Levantar” e “Você Não Vale Nada”.

Juíza baiana sob investigação será rebaixada por decisão do TJ-BA



O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) puniu nesta quarta-feira (24) a juíza Nadja de Carvalho Esteves, titular da 81ª Vara de Substituições de Salvador, com remoção compulsória. A punição equivale a um rebaixamento e é válida por dois anos. A magistrada será transferida para uma instância inferior. A defesa ainda pode recorrer. O processo administrativo disciplinar ao qual Nadja Esteves responde no TJ-BA corre sob sigilo, por isso a sentença foi decidida pelo Tribunal Pleno em sessão fechada. A magistrada é acusada de venda de sentenças, agenciamento de causas e improbidade administrativa.

Informações dão conta de que a decisão do TJ-BA atende a pressão feita pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que o Judiciário baiano desse uma decisão sobre o caso. Em novembro passado, a conselheira do CNJ, Morgana Richa, determinou um prazo de 90 dias para que o TJ julgasse o processo. Nadja de Carvalho Esteves é a mais antiga juíza em atividade. Isso a tornava, desde o ano passado, a primeira da fila entre os concorrentes à vaga de desembargador. Mas sua habilitação ficou suspensa pelo Conselho da Magistratura por conta da existência do processo. Com a decisão de ontem, no entanto, a magistrada fica impedida, pelo menos por dois anos, de concorrer à promoção.

As acusações de práticas de corrupção contra a juíza surgiram no TJ-BA sob forma de dossiê, em 2005, por meio de documentos que relatam uma série de situações em que a juíza, com apio de colegas, teria supostamente deferido decisões de interesse de seu marido, o juiz aposentado Flávio de Castro Esteves, que atuava como advogado. As suspeitas recaem também sobre a criação de um suposto esquema para venda de sentenças judiciais. O jornal A Tarde, com base em um relatório da Controladoria Geral da União (CGU), denunciou, em outubro do ano passado, que o casal de magistrados Nadja e Flávio Esteves movimentou R$ 12 milhões em contas bancárias em quatro anos, entre 2003 e 2007. O valor supera quatro vezes o total declarado por ambos à Receita Federal.
Com infomações do A Tarde.

WAGNER E BORGES NEGAM QUE ALIANÇA VISE 2014


As assessorias do governador Jaques Wagner (PT) e do senador César Borges (PR) negaram enfaticamente o boato de que a eventual aliança entre os dois envolvam as eleições de 2014. Comentários de bastidores davam conta de que a união abarcaria um suposto apoio do petista ao republicano na disputa pelo Palácio de Ondina ao fim do segundo mandato do atual chefe do Estado. No governo a postura é a de que “isso é coisa plantada que não tem o menor sentido. Se não foi feito com Lídice da Mata de 2008 (quando foi vice na chapa a prefeito de Walter Pinheiro) para 2010, por que haveria com César?”. Já o parlamentar assegura que “essa hipótese está descartada e que a conversa não passa por isso”. Sobre as críticas que tem recebido de membros do PT contrários à composição, ele diz que o debate “só valoriza o meu nome”. Apesar das evidências de que um entendimento entre as duas forças está próximo, ambos afirmam que o possível acordo ainda não foi fechado nem que a decisão tenha data para ser anunciada.

DEM PODE PUNIR TIA ERON E ANDREA MENDONÇA

A Executiva Municipal do DEM, contatada pelo Bahia Notícias, não descarta punir as vereadoras Tia Eron e Andrea Mendonça, que decidiram criar um bloco independente na Câmara de Salvador (ver nota). De acordo com o partido, o comportamento das parlamentares foi arbitrário, pois a atitude “foi pessoal e sem nenhuma consulta à legenda” e a definição sobre uma possível penalidade será tomada “no momento certo”. A sigla informou ainda que permanece na base de apoio do prefeito João Henrique e que “até o presente momento, em nenhum momento, foi discutida internamente a possibilidade de se afastar da prefeitura”.

(Evilásio Júnior)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Setenta pessoas que estavam em festa de traficante continuam presas



Das mais de 100 pessoas presas durante a festa de aniversário de um traficante no município de Feira de Santana, a 107 km de Salvador, na manhã de terça-feira (24), 70 ainda continuam presas acusadas de tráfico de drogas, sendo mantidas na sala de triagem da carceragem do Complexo Policial. Segundo a TV Bahia, mulheres e crianças já foram ouvidas e liberadas.
De acordo com a Polícia Civil, drogas eram oferecidas aos convidados - cocaína, crack e maconha. Setenta homens, 26 mulheres e 10 adolescentes foram levados de ônibus para o Complexo. Cinquenta policiais participaram da escolta. Outras festas com drogas já haviam acontecido, com imagens sendo postadas na internet e alertando a polícia para a existência desse tipo de coisa.

Frase do Dia

"A pena de morte é um símbolo de terror e, nesta medida, uma confissão da debilidade do Estado."

Mahatma Gandhi

Roubolation

Muritiba: Cadê O Prefeito

Depois de ouvir pelas ruas e pelo rádio reclamações de muritibanos sobre o lixo que está tomando conta da cidade, caçamba quebrada, animais soltos e etc..,eu não consigo entender até hoje por que o poder público municipal de Muritiba não se manifestou para esclarecer a população sobre estas deficiencias? Esta mesma população que elegeu esse prefeito mereçe respeito? ou não? Babão cadê você? ou, Secretários cadê vocês?

CNJ APOSENTA ACUSADOS DE FAZER DE TJ MAÇONARIA


ez magistrados do Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJ-MT) foram compulsoriamente aposentados nesta terça-feira (23), após decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Eles são suspeitos de desviar recursos a favor da entidade maçônica Grande Oriente. Para o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, a pena foi insuficiente. “A aplicação da aposentadoria seria uma espécie de benefício, ao invés de punição”, disse, segundo o jornal Correio da Bahia, Cavalcante destacou que o TJ-MT virou uma loja filial da maçonaria, o que é transgressão à lei.

O SENADO: A BAHIA SEM IDEOLOGIA

O governador Jaques Wagner desenvove um grande esforço para estruturar a sua chapa com dois ex-carlistas nas vagas do Senado, Otto Alencar e César Borges. Ao tempo em que desenvolveu a tese de que ter sido carlista não é uma mancha que fica para sempre "na cabeça dos que seguiram o grupo". Na verdade, o esforço do governador se dirige aos petistas para que aceitem, sem retaliação eleitoral, a chapa que pretende formar, praticamente anunciada, mas, ainda, não fechada porque não há resposta do senador César Borges, que, dos três que representam a Bahia, disparadamente é o mais atuante. Acontece que a tese do governador, que equivale a uma espécie de "Bahia sem ideologia", não encontra, até aqui, campo fértil entre os petistas. Pelo contrário, há fortes reações, como se observa em diversos quadros tradicionais do partido, entre eles Zezéu Ribeiro, que lutou praticamente desde a origem do PT, candidatando-se a tudo sabendo, antecipadamente, que seria derrotado, mas no intuito de ajudar a consolidação da legenda. Outro é o novo deputado (era suplente) Emiliano José, defensor da candidatura de Waldir Pires, de fato um excelente quadro das esquerdas da Bahia, com larga trajetória na política do estado. Está em seu currículo, entre outras atividades, ter sido, no início dos anos 60, candidato a governador da Bahia pelo PSD (extinto) perdendo para Lomanto Júnior por meros 33 mil votos (se não estou enganado), candidato ao Senado ao lado de Roberto Santos (ambos derrotados), governador eleito em 1986, batendo o carlismo, senador derrotado por Walderck Ornellas (?) por meros três mil votos (derrota jamais digerida e, supostamente, registrada no mapismo do então TRE), deputado federal e ministro duas vezes, da Previdência Social (indicado por Tancredo Neves) e da Defesa, com Lula, depois de instalar a CGU, que hoje tem à frente o baiano, competentíssimo, Jorge Hage. Foi procurador-geral da República de Jango e exilado, primeiro no Uruguai e depois na França. Bagagem como essa ninguém tem na esquerda baiana. Emiliano José, no entanto, garimpa seus votos no waldirismo. Mas, há muitos outros petistas dispostos a não aceitar uma chapa ex-carlista para o Senado. O movimento nesse sentido cresceu nos últimos dias. O governador Jaques Wagner tem, por consequência, uma missão a desempenhar que é convencer que o tempo não é estático, e, sim, dinâmico, assim como a dialética hegeliana, e não se pode marcar as pessoas com ferro em brasa como se marca gado. Trata-se de um problema, e sério, para o governador remover e convencer seus possíveis candidatos ao Senado que não estarão sujeitos à retaliação eleitoral dos petistas. A "Bahia sem ideologia" ainda não vingou. Para mim, pessoalmente, os carlistas já não existem, a não ser alguns notórios, mas há de ser lembrado como o é o Holocausto para que jamais volte e para que se tenha na memória e na consciência os males que causou, o chicote que utilizou contra seus adversários e a dicotomia que estabeleceu na Bahia, dividindo-a para obsequiar seus seguidores e punir, com os rigores pessoais e do Estado, aqueles que não concordavam com os métodos políticos brucutus que foram usados a larga. Wagner, enfim, tem um desafio à frente.

Fonte: Samuel Celestino

ALELUIA: WAGNER NÃO ELEGE CARLISTAS I


O deputado e vice-presidente nacional do DEM, José Carlos Aleluia, um dos principais quadros da bancada federal da Bahia e destaque da Câmara, reafirma que é pré-candidato ao Senado na chapa de Paulo Souto. Ele não vai se decidir agora. Considera que tem tempo suficiente para observar o cenário, mas diz que, pelo que aí está exposto, é muito provável que se decida positivamente. Analisa que "é muitíssimo improvável que o governador Jaques Wagner possa eleger a chapa que deseja, com Otto Alencar e com César Borges". A sua análise parte de observações políticas que expõe: 1- As possibilidades de Otto Alencar são mínimas, talvez nenhuma. Foi secretário da Saúde do terceiro governo ACM, deputado estadual, governador tampão e conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, "graças a indicação (todas) de ACM". Em relação a César Borges reconhece "ser um senador atuante, foi secretário, vice-governador e governador, todas as eleições obtidas com votos carlistas." Conclui: Wagner não elege dois carlistas. Entres os cotados, considera Otto mais fraco por não dispor de redutos eleitorais nem nome no Estado.

ONU: APREENSÃO DE COCAÍNA AUMENTA NO BRASIL

De acordo com relatório divulgado nesta quarta-feira (24) pela Organização das Nações Unidas (ONU), as apreensões de cocaína no Brasil têm aumentado consideravelmente nos últimos anos e mais do que duplicaram desde o início da década. O documento da Junta Internacional Fiscalizadora de Entorpecentes (Jife) indica que as apreensões da droga no país totalizaram 19,7 toneladas em 2008, um aumento de cerca de 15% em relação ao ano anterior. As apreensões de maconha, por outro lado, tiveram uma pequena queda: foram capturadas 187,1 toneladas do entorpecente em 2008, contra 199 toneladas no ano anterior. Com informações da Globo.com

OTTO ESTARRECIDO COM DECLARAÇÕES DE ALELUIA



O conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Otto Alencar, em contato com o Bahia Notícias, se disse estarrecido com as declarações feitas pelo deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) a este site (leia aqui). Até porque, sempre teve bom relacionamento com o democrata e até esta semana recebeu um convite para o casamento da filha do parlamentar, mas diante de tamanha agressividade está devolvendo. O conselheiro ainda afirma que não falará de campanha enquanto estiver no Tribunal.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Câmara de Feira: Vereador coloca colega no paredão

O vereador Roberto Tourinho (PSB) fez uma denúncia nesta terça-feira (23) na Câmara Municipal que colocou em situação delicada o colega de legislatura, Ronny (PMN-foto). Depois de ter seu requerimento que solicitava ao governo municipal informações sobre os nomes de proprietários e placas dos veículos locados para prestação de serviços à prefeitura, Tourinho não hesitou em mostrar indícios de irregularidades nestes processos. O oposicionista entregou a imprensa fotos e documentos que provam que um veículo que presta serviço a SMTT é de propriedade de Reinaldo Miranda Vieira, pai do vereador Ronny. “A Lei Orgânica proíbe parentes até de 3º grau”, avisou Tourinho, que só obteve apoio da minoria oposicionista. Ronny, praticamente saiu de fininho, aplicando o velho “truque da galinha morta”.

Caixa diz que lotéricas são fiscalizadas e bolões não são permitidos

A Caixa Econômica Federal informou que não autoriza a organização de bolões pelas lotéricas. De acordo com a assessoria do órgão, os estabelecimentos são fiscalizados e sofrem penalidades em caso de irregularidades.



De acordo com a assessoria, a fiscalização é realizada pelos Consultores Regionais lotados nas Superintendências Regionais da Caixa e também pelos Auditores Regionais da Caixa. O órgão também diz que realiza controle de qualidade dos volantes utilizados para a marcação dos números pelo apostador.


Maria Inês Dolci, coordenadora da associação de defesa do consumidor ProTeste, alerta que os bolões oferecidos pelas lotéricas são irregulares e induzem o consumidor ao erro. Ela ressalta que o risco de algo dar errado é muito grande.


“O bolão não é legalizado, reconhecido. Essas apostas são irregulares. Se a Caixa Econômica Federal não aceita o bolão, este passa a ser um produto irregular, de responsabilidade apenas da lotérica”, afirmou.


A coordenadora do ProTeste informou que o fato de os bolões serem vendidos em lotéricas, que são permissionárias de produtos da Caixa Econômica Federal, leva o consumidor a ter a impressão de que está adquirindo um produto avalizado pelo órgão.


“Falta fiscalização da Caixa [Econômica Federal]. Tem de haver punição. É oferecido um produto que não é legalizado, que não existe e que não há como provar que existe. A Caixa Econômica Federal é clara ao informar que o prêmio é para a aposta e para o portador dela. Ninguém mais poderá receber o prêmio, que será pago apenas para uma pessoa”, disse.

Sem impedimento legal

Já o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB em São Paulo, José Eduardo Tavolieri de Oliveira, não considera os bolões oferecidos pelas lotéricas um ato irregular.


saiba mais

*
Caixa diz que lotéricas são proibidas de realizar bolões
*
Polícia deve ouvir apostadores do suposto bolão premiado no RS
*
Gráfica ou funcionária de lotérica podem ter errado em bolão, diz advogado
*
Polícia investiga caso do suposto bolão premiado da Mega-Sena no RS
*
Caixa suspende serviços em lotérica investigada por suposto bolão premiado
*
Caixa investiga suposto bilhete premiado sem registro no RS

“Não existe nenhum impedimento legal. É um jogo de azar oficial, legalizado pelo governo. O fato de pessoas se reunirem em prol de um único objetivo, que é ganhar o prêmio, não é um ato ilícito. Estamos falando de um jogo legalizado”, afirma o advogado.


Para ele, as lotéricas não cometem nenhuma irregularidade quando comercializam bolões. “As pessoas adquirem o bolão por livre e espontânea vontade, não são coagidas. A venda não está condicionada com a aquisição de outro produto, como uma venda casada”, diz Tavolieri.


Segundo o advogado, se não há uma legislação que impeça, as lotéricas podem vender os bolões. “Talvez não haja uma previsão legal para a comercialização dos bolões, mas se não existe uma lei que proíba a atividade, as lotéricas podem vendê-los. É o princípio da livre iniciativa, segundo o qual qualquer pessoa pode se aventurar no mercado de consumo, prestando serviços ou comercializando produtos. A casa lotérica oferece serviços e o consumidor adquire ou não”, diz.

Bolão

A coordenadora da ProTeste ressalta que os participantes de um bolão precisam indicar um responsável para ficar com o bilhete, além de fazer um documento listando os apostadores e o valor de cada aposta. O ideal é fazer o reconhecimento desse documento no cartório.



No Rio Grande do Sul, 13 pessoas registraram queixa contra uma lotérica que teria vendido bolão para um grupo de apostadores. Os números foram sorteados no sábado (20), mas a Caixa informou que não houve aposta premiada. O estabelecimento, que fica em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, não abriu nesta terça-feira (23). O sistema de apostas da casa foi suspenso pela Caixa Econômica Federal.



A Caixa divulgou nota na tarde desta terça-feira. Leia a íntegra:



"A Caixa Econômica Federal esclarece que o comprovante emitido pelo terminal de apostas é o único documento que habilita o recebimento de prêmios. Todas as lotéricas são obrigadas a afixar em local visível ao público o cartaz intitulado “Proteja Seu Prêmio” que contém as informações necessárias para os apostadores realizarem suas apostas com segurança.

As condições para participação nos concursos das Loterias Federais são regulamentadas pela Norma Geral dos Concursos de Prognósticos emitida pelo Ministério da Fazenda e pelas Circulares emitidas pela CAIXA disponíveis em seu sitio na internet no endereço www.caixa.gov.br área de downloads/Circulares CAIXA/Loterias (http://www1.caixa.gov.br/download/asp/download.asp?subCategId=61&CategId=27&subCateglayout=Loterias&Categlayout=Circulares%20Caixa). Essa regulamentação é devidamente publicada no Diário Oficial da União, de forma a dar ampla publicidade e também está disponível aos apostadores nas casas lotéricas.

As lotéricas executam as atividades por sua conta e risco sob o regime da permissão estabelecido na Lei 8987/95 e devem observar rigorosamente os procedimentos operacionais determinados pela CAIXA. As irregularidades devidamente comprovadas são punidas de acordo com a sistemática de sanções administrativas, que incluem advertência, multa, suspensão e revogação compulsória da permissão.

A licença de funcionamento da unidade lotérica Esquina da Sorte em Novo Hamburgo/RS está suspensa até o fim da apuração de denúncia de prática de atividade não prevista na Norma Geral e nas Circulares acima citadas. Caso se confirme a existência de irregularidade será aplicada a penalidade prevista nas normas internas, que podem ir de uma simples advertência até a revogação compulsória da permissão, de acordo com a gravidade do fato."

Reflexão sobre a VIOLÊNCIA

Todos nos questionamos , onde vamos parar com toda a VIOLÊNCIA que presenciamos diariamente! Ela é vivida nas escolas pelos mais novos, nas ruas com assaltos frequentes que nos deixam inseguros e desconfiados, nos estádios de futebol, todos os dias nas noticias e até, camuflada ou não dentro dos lares, a chamada violência doméstica...

Donde ela vem então? Porquê que nós vemos as crianças ainda tão pequenas e já a apresentarem sinais visíveis de violência e prazer em agredir o outro?

Muitos pais contentam-se com a resposta “é dos filmes que vêem na TV”, mas será que é isso mesmo? Então porquê que uns há que gostam e só vêem esses mesmos filmes e outros, tendo também acesso a eles preferem ver outros? Parece ser uma necessidade que vem de dentro, e, uns de nós procuramos mas a outros passa completamente ao lado.

Então será que uns nascem assim, com a apetência para desenvolver comportamentos agressivos e outros não? Também não faz sentido. Seria a mãe natureza assim, tão cruel? Talvez fosse mais simples resolvermos a questão com: ” ... a origem está na TV, ou nas companhias ou uns nascem assim e outros não,...”

Mas voltando ás crianças, e aos nossos filhos em particular, com os quais nos espantamos como é que tão pequenos, já parecem saber tão bem aquilo que querem e com eles “não fazemos farinha...”, porque se impõe e se for preciso fazem uma birra tal que quem acaba por ceder são os pais! Será que isto tem de ser assim? Será a criança a referência da autoridade num lar? Ou estará ela apenas a “cumprir o seu papel de criança” experimentando os limites do adulto até ao infinito? Pois é... Parece então que os nosso filhos, com estas atitude infantis e imaturas, próprias da sua idade cronológica, estão mesmo a pedir um BASTA; alguém que esteja presente de modo autêntico e que com firmeza lhe diga:...” para além daqui não passas!”. Ora, quando isto não acontece, porque estamos cansados, exaustos, fartos e só queremos mesmo é descansar a cabeça depois de um dia cheio de trabalho ; a criancinha vai “explorando terreno que não é o seu”, e ela vai querer mais... e mais... e mais...Quanto mais tarde intervirmos, mais difícil será “pôr-lhe um travão”.

Não poderá ser também assim que as pequenas faltas de respeito, não resolvidas na hora certa se tornarão VIOLÊNCIA mais tarde?


São perguntas que ficam no ar, com o propósito da reflexão individual, que parece que nos falta..., Reflectir no que fazemos, nas nossas atitudes... o impulso imediato é projectarmos as nossas ansiedades e preocupações sempre para “fora de nós”, como se as soluções para a paz interior estivessem no exterior. Reparem na contradição!

Então andamos insatisfeitos e infelizes em busca de um bem-estar superficial e efémero. E as frustrações crescem e procuramos mais ainda para colmatar as lacunas, num stress descontrolado onde existe tudo menos calma e tranquilidade...

Com este panorama das nossas vidas interiores, como não andará o exterior cheio de dores, sofrimentos, angústias e desesperos???

Anamara é exonerada da PM



Foi exonerada do cargo de Soldado Primeira Classe, do Quadro de Praças Policiais Militares
a participante do reality show Big Brother Brasil 10, Anamara Cristiane de Brito Barreira, de 25 anos. A exoneração, a pedido, foi publicada do Diário Oficial nesta terça-feira (21), à vista do Processo n.º 0504100012390.

Anamara entrou no programa da Rede Globo durante as férias que venceu no dia 02 de fevereiro. A procuradora e amiga de Anamara, com quem divide apartamento em Petrolina (PE), Amanda Pinto, entregou o pedido de exoneração da policial militar, no dia 29 de janeiro. Sem a exoneração, ela seria considerada desertora e poderia ser presa por até dois anos.

Alguns dias antes da publicação da exoneração da PM no Diário Oficial, o capitão Marcelo Pitta disse que se Anamara for eliminada e voltar na data determinada, nada acontecerá. Mas se "caso ela ganhe popularidade e permaneça na casa, não retornando à corporação, o assunto será discutido e analisado junto ao setor jurídico, para que tudo seja decidido de maneira clara e justa".
O advogado da BBB, Wank Medrado, explicou ao portal G1 , que Anamara está definitivamente desligada da PM e só poderá voltar para a corporação se realizar um novo concurso.

Preso pai acusado de espancar filha de um ano até a morte



Foi preso na manhã desta terça-feira (23) Adelson Bispo dos Santos, acusado de ter matado no último sábado (20) a filha de um ano e nove meses, Monique Ferreira Santos. Policiais Militares das lobos 04 e 33 sob o comando do Tenente da Polícia Militar Rafael Sachdev e o Tenente Pm Carlos Sardinha com policiais civis da Delegacia Especial de Atendimento ao Menor (Deam) o prenderam na localidade Ilha das Cobras, numa mata tipo caatinga, onde estava escondido desde o dia em que espancou a filha.
A população informou onde o acusado estava escondido e o cerco foi feito pelos policiais militares e civis.(Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade).

Ele declarou ao Acorda Cidade que bateu na criança com um cipó, apenas uma vez, negando que tivesse queimado a mão da filha. Disse que tinha um bom convívio com a mãe e que não sabe o porque bateu na criança e fugiu.
Adelson acusou, Leila Ferreira, mãe da criança, de espancar a filha.
A Delegada Martine Veloso informou que Adelson vai ser autuado em flagrante, visto que a polícia estava em sua procura com o intúito de prende-lo desde o dia que o crime ocorreu.

Violência

A paz é um direito e um dever de cumprimento obrigatório (Constituição Política da Colômbia). Exemplificamos com este princípio insculpido na Carta Política de um país assolado pela violência e pela guerra do narcotráfico a realidade de que uma Carta Política por si só não se legitima se o seu conteúdo não encontra meios de efetivação social. A não violência, por ora, no Brasil, assim como em outros países da América Latina, não passa de utopia, desprovida de significação. Um convite à sociedade e ao Estado a tornarem-na realidade.

1. 1. A violência doméstica...Essa violência invisível

A violência doméstica, gerada pela agressão entre familiares, pouco visível e que nem sempre chega ao Judiciário por questões de cunho psicológico, como medo das vítimas de sofrerem nova violência, caso denunciem o autor, por não considerarem grave a conduta lesiva, medo de prejudicar o autor por ser este membro da família e outras questões que não convém analisar aqui; esta violência resulta em formas de delinqüência oculta que embora aparentemente sejam de pouca danosidade social configuram uma determinante nos índices da violência urbana.

É aqui que encontramos a violência conjugal e contra a criança e o adolescente. O governo, está claro, deveria adotar medidas para promover a educação da comunidade no sentido de que a violência contra a mulher representa um comportamento criminoso e de que uma vez que o papel da mãe é primordial no desenvolvimento de uma criança ou adolescente, esta somente poderá transmitir uma educação equilibrada aos filhos se também viver em um ambiente livre de conflitos. Entretanto, levantamento da Sociedade Mundial de Vitimologia conclui que 23% das mulheres brasileiras estão sujeitas à violência doméstica.(2)

No período da adolescência, considerada por profissionais da área da saúde como um dos períodos mais importantes da vida, onde o adolescente forma convicções a respeito de sua identidade e encontra-se especialmente vulnerável e influenciável, nota-se que a agressividade juvenil nada mais é que uma resposta à desagregação familiar pela violência levando jovens a apresentar distúrbios afetivos e de conduta, depressão e uso de tóxicos, outros fatores de violência.

Neste sentido, entre os princípios fundamentais arrolados pelas Nações Unidas como princípios orientadores e preventivos da delinqüência juvenil temos : 1.A delinqüência juvenil é uma parte essencial da prevenção do crime na sociedade. Ao enveredarem por atividades lícitas e socialmente úteis e ao adotarem uma orientação humanista em relação à sociedade e à vida, os jovens podem desenvolver atitudes não criminógenas. 2. Uma prevenção bem sucedida da delinqüência juvenil requer esforços por parte de toda sociedade para assegurar o desenvolvimento harmonioso dos adolescentes, com respeito e promoção de sua personalidade, desde a mais tenra idade. (3) (negritei)

Segundo levantamento do Conselho Estadual dos Direitos da mulher (CEDIM), no Rio de Janeiro, a cada uma hora, há sete mulheres em situação de violência. Ainda, de acordo com levantamento da Sociedade Mundial de Vitimologia 41% dos homens que espancam suas parceiras também são violentos com as crianças da casa, das quais 1/3 tende a perpetuar a agressividade o que mostra a repetição dos modelos familiares.(4)

Matéria publicada em jornal porto-alegrense de grande circulação, em dois de julho do corrente (à onze dias do aniversário do ECA) enfocou a situação do menino Alexandre Pedroso que há sete anos atrás havia sido alvo de notícias por simbolizar o submundo infantil. Hoje, com vinte anos de idade, o adolescente foi encontrado nas seguintes condições: um tiro no fêmur direito o deixou coxo, um jato de gás de efeito moral quase o cegou e o vírus da Aids destrói os pulmões.(5)

As autoridades, há sete anos atrás (1º de maio de 1993), ao tomarem conhecimento dos doze meninos que buscavam os bueiros para dormir e saiam dos esgotos ao amanhecer, mandaram lacrar os bueiros e deter o líder da gangue e hoje se comemoram os dez anos do Estatuto com a sombria constatação de que dos dez meninos localizados três estão mortos, cinco permanecem nas ruas com passagens sistemáticas pela FEBEM (Fundação para o Bem Estar do Menor) e consumo de drogas e destes, dois estão infectados pelo vírus da Aids.

Estes Ninjas são apenas uma amostragem do que acontece nas ruas pois segundo a FASC (Fundação de Assistência Social e Comunitária), 325 outras crianças encontram-se em situação de rua hoje, somente em Porto Alegre.(6)

Pesquisa realizada pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) e intitulada Mapa da violência: os jovens no Brasil conclui com um impressionante dado: embora a taxa de mortalidade no Brasil tenha caído de 633, em 100.000 habitantes em 1980 para 560 em 1996, a taxa de mortalidade entre jovens subiu de 128 para 140 no mesmo período, levando-se em consideração que a população jovem (15 a 24 anos) decresceu percentualmente, no conjunto da população de 21,1% para 19,8%. A violência relata a pesquisa, tem sido responsável pela morte de jovens, proporcionalmente 13 vezes mais que a Aids. "A realidade da violência criminosa que atinge os jovens brasileiros é tratada como um fenômeno social e não só como fruto da situação de um indivíduo."(7)

1. 2. A violência social ou a guerra civil social

Não há, por suposto, como analisar a violência social sem que se reconheça o importante papel da violência doméstica para o seu desenvolvimento e vice-versa; um arquétipo familiar violento, como analisamos, gera indivíduos com problemas de conduta e dificuldades de relacionamento com o meio, indivíduos que nas ruas serão violentos e, posteriormente, marginalizados, até que sejam segregados da sociedade para compor uma outra massa, a massa carcerária, de onde um dia regressarão, ainda mais miseráveis, doentes e restringidos em seus direitos. A miséria humana, sob todos os aspectos, avilta o homem que, socialmente, reage à falta de perspectivas com a própria violência.

De conformidade com o Relatório Azul, embora as condições sócio-econômicas não sejam um determinante para a violência, constata-se que em famílias empobrecidas e desagregadas, os fatores que influenciam para a explosão de situações violentas e para a prática da violência afloram com mais facilidade.(8)

Adentramos, portanto, a seara da violência social, ou seja, aquela que extrapola o meio familiar, chegando às ruas, resultado do empobrecimento e falta de perspectivas e agravada pela proximidade física entre as camadas sociais altas e baixas, pela explosão demográfica e modernização rápidas demais, somada à desintegração ética produzida pela ausência de um princípio básico regulador das tensões sociais.

Os números aqui tampouco traduzem a realidade pois há um diferencial entre a violência real e aquela que efetivamente chega ao conhecimento dos órgãos de controle, vítimas e testemunhas não confiam na Segurança Pública e sabem, por exemplo, que se delatarem os agressores não receberão qualquer tipo de proteção pela simples ausência de qualquer Programa de Proteção a Testemunhas efetivado, o que torna a Lei nº 9.807/99 letra morta. Ainda assim é alarmante pesquisa feita pelo Vox Populi que revela que das cinqüenta maiores cidades do país, a criminalidade é citada em quarenta delas como um dos maiores problemas. E, ainda, de acordo com o Ministério da Justiça, nas dez capitais, cinqüenta por cento das pessoas evitam sair à noite por medo da violência. (9)

Não se pode esquecer, tampouco, dos conflitos no meio rural, relacionados à questão da terra e com a pressão exercida pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) em prol da Reforma Agrária, intensificando de forma exacerbada a violência contra líderes e participantes do Movimento que de acordo com pesquisa realizada pela Human Rights Watch junto à Comissão Pastoral da Terra, no período de 1997 a 1998 aumentou de 736 para 1.100.(10)

Mas será que somente os fatores sociais são causas determinantes para esta exacerbação da agressividade familiar e urbana? Talvez culpar uma situação social, que atinge a todos e não é responsabilidade de ninguém, especificamente, livre nossas consciências de uma reflexão e problematização mais aprofundada sobre o tema.

Não se pretende, aqui, ignorar a condição ignóbil a que está reduzida grande parte de indivíduos da população que já perderam suas identidades para integrar uma horda de famintos de comida, saúde, cultura, lazer, etc. Pretende-se sim determinar qual a nossa participação, que propostas e ações podemos apresentar para combater a violência e a criminalidade cujas causas não podem ser tão simplesmente eliminadas.

1. 3. Os educadores: A família, a escola e... a Televisão

O modelo familiar modificou-se muito nos últimos anos com a quebra da autoridade dos pais e a tentativa de se criar uma relação que fuja aos padrões autoritários na educação dos filhos, ocorrendo que muitas vezes esta crise de autoridade redunda em uma perda de limites e confusão para os jovens, confusão esta que é levada para a escola.

A escola, por sua vez, de acordo com Aida Maria Monteiro Silva, reflete um modelo violento de convivência social onde professores violam os direitos dos alunos com o que intitula de violência simbólica; os mestres não aceitam opiniões divergentes dos alunos, impõem-se pelo temor que infundem e criam um ambiente de frustração e revolta. Dentro da escola a violência seria, possivelmente, a manifestação de uma forma de protesto escolar a este ambiente ou a forma como este serviço é prestado. De acordo com a pesquisadora, 90% dos jovens entrevistados em seu estudo afirmaram já terem sido vítimas de algum tipo de violência.(11)

A defesa dos direitos humanos, no Brasil tornou-se sinônimo de simpatia para com bandidos e não se reconhece o essencial papel da escola e acrescentaria ainda da universidade para o incentivo do estudo destes conteúdos e para a criação de uma cultura da paz. Lamentavelmente, cada vez mais a escola perde espaço para outro educador: a televisão.

Os meios de comunicação, por seu turno, divulgam a violência urbana real, a violência das ruas, e também promovem a banalização da violência nas novelas, filmes e até desenhos animados de programas infantis, tornando-a comum e aceitável, algo com o que devemos nos conformar e conviver. Embora o enfoque seja de denúncia e repúdio é inescondível que algo tão recorrente e divulgado, naturalmente, acabe por compor um imaginário social de extrema violência.

É a cultura do terror, a instigação do pânico e a lobotomização coletivas; convencem-nos de que não há nada a fazer, de que nós cidadãos indefesos nada podemos. Em nome da preocupação com a violência crescente introjetamos a idéia de que apenas nosso papai o Estado pode nos socorrer, de que o ancién regime não era assim tão mau e que somente as Forças Armadas podem conter a atual situação geradora de instabilidade política.

É o ilusionismo que compramos de que no Brasil d’antanhos conquanto fossemos proibidos de pensar, tínhamos segurança. Assim completa-se o ciclo vicioso do delírio legiferante de nossos dias: a população alarmada pela onda de crimes, cobra do Estado providências - que responde editando novas leis penais cada vez mais ameaçadoras, mas que não evitam a prática criminosa- que divulgada de maneira sensacionalista renova o alarme social.(12)

O modelo de Estado paternalista a que nos acostumamos, neste contexto, figura como um pai cruel que abandona o filho à própria sorte, um inimigo visceral contra o qual nada mais se pode opor a não ser a violência. Nas palavras de Galeano: "O colonialismo visível te mutila sem disfarce: te proíbe de dizer, te proíbe de fazer, te proíbe de ser. O colonialismo invisível, por sua vez, te convence de que a servidão é um destino e a impotência a tua natureza: te convence de que não se pode dizer, não se pode fazer, não se pode ser."(13)

Sobre o papel dos meios de comunicação e o adolescente, a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo ressalta que As últimas décadas 80 e 90, sobretudo a de 90, são marcadas por uma avalanche de filmes, brinquedos, jogos computadorizados onde o que predomina é a luta, o combate, o poder. Os jovens de hoje, já com poucas expectativas de um futuro promissor, aprendem com seus ídolos, Stallone, Van Dame, Schaizwneger, entre outros, que a violência é um meio de conquista e as armas são um instrumento para isso.(14)

A reação a esta lavagem cerebral, repisamos, tem suas bases na educação que no Brasil encontra-se sucateada, pois para que possamos criticar e ultrapassar o filtro do estabelecido precisamos de informação e para tanto precisamos de educação de verdade, sem a qual tornamo-nos facilmente presas da pseudo-informação.

CONQUISTA: PRESENÇA DE PMs ADIA DEPOIMENTOS

Os depoimentos para a investigação de excessos da Polícia Militar de Vitória da Conquista, que seriam nesta segunda-feira (22), foram adiados. A justificativa é a de que as testemunhas e vítimas não quiseram falar na presença de policiais por temerem represálias. O Ministério Público deverá organizar novas datas e locais para os depoimentos. De acordo com o promotor de Justiça Paulo Gomes, do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais (Gaeco), a força-tarefa da Polícia Civil colherá depoimentos dos PMs a partir da terça-feira (23) - tudo na presença de promotores. Com informações do Correio.

DEM GOZA CHAPA DE WAGNER E NETO SE OFERECE



Corre entre os democrata baianos um fato interessantissimo, mas revelador de uma situação política. Como se sabe, o governador Jaques Wagner quer formar a sua chapa tendo como companheiros de Senado César Borges e Otto Alencar, o primeiro governador da era carlista e o segundo ex-secretário de Saúde do governo ACM e, posteriormente, governador tampão. Os carlistas andam a dizer que o deputado ACM Neto, no embalo, mas, em forma gozativa, enviou para Wagner uma mensagem oferecendo-se para ser seu candidato a vice. Diz: "Desta forma a chapa fica completa. Só falta meu avô". Aliás, também na onda de gozação, picharam a cidade com a frase "Emiliano vota em César". Ora, Emiliano tem sido herdeiro dos votos de Waldir Pires, que gostaria de estar como candidato ao Senado.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Advogados aconselham Paulo Octávio a não sair do DEM

BRASÍLIA - Os advogados do governador em exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio, o aconselharam a não pedir desfiliação do DEM, e sim esperar a reunião da Executiva Nacional da legenda, marcada para esta quarta-feira, quando será votado se ele deve ou não ser expulso do partido. O senador Demóstenes Torres (GO) e o deputado Ronaldo Caiado (GO) lideram o grupo dos que defendem a expulsão sumária de Paulo Octávio - posição que vem crescendo dentro da legenda desde que ele decidiu ficar à frente do governo do Distrito Federal, contrariando orientação do partido para que renunciasse.



Até antes do anúncio de Paulo Octávio de que não renunciaria ao cargo, o entendimento dentro do DEM era de que ele poderia responder a um processo disciplinar que poderia culminar na sua expulsão da legenda. Mas, até lá, haveria um longo trâmite com chances ainda de ele ser poupado pelos colegas. Ao ficar no cargo, porém, Paulo Octávio "assinou sua ficha de desfiliação", nas palavras do deputado Paulo Bornhausen (SC). Isso porque a opção que o partido colocou para Paulo Octávio foi: ou ficava no governo do Distrito Federal e saia do partido, ou ficava no partido e saía do governo. Ao desistir da renúncia, sua escolha ficou clara.



"Ele está falhando em tudo. Falou que iria renunciar, e não renunciou. Falou que pediria desfiliação e não vai pedir. Na quarta-feira, o partido expulsará Paulo Octávio. Ninguém mais consegue desvencilhar o vice-governador do governador", resume o líder do DEM no Senado, senador José Agripino Maia (RN), se referindo a Paulo Octávio e José Roberto Arruda, ambos envolvidos no esquema de corrupção no governo local, conhecido como "Mensalão do DEM".



Preso na Polícia Federal por obstruir a Justiça, José Roberto Arruda pediu desfiliação do DEM em dezembro do ano passado após o partido ter anunciado que sua expulsão era inevitável. Agripino explicou que a expulsão de Paulo Octávio dos quadros do DEM deve ser sumária. O prazo de defesa seria dado ao governador em exercício do Distrito Federal com ele já fora da legenda. Se ganhar na Justiça, pode voltar ao partido.



Um pessoa ligada a Paulo Octávio afirma que os advogados entendem que, ao deixar que o partido o expulse, fica aberta a possibilidade de recorrer da decisão à Justiça. Se pedir desfiliação, a situação fica irreversível. Sem partido, não pode concorrer nas próximas eleições. Além disso, a defesa acredita que Octávio pode ganhar uma sobrevida na legenda ao longo da semana, caso a cúpula do DEM deixe um pouco a crise política de Brasília de lado para cuidar do caso do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), que teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral por recebimento de doação de campanha suposta ilegal

Saubara: Lixo nas praias

É grande a quantidade de lixo tanto na beira das praias de Cabuçu e Bom Jesus, como na cidade, já virou uma questão de saúde pública urgente, vai sobrar é para os moradores da cidade, já que os turistas vão embora e os problemas, inclusive doenças, ficam com os nativos.
Como a cidade vive um clima de eleição, o pré-candidato a prefeito César Mascarenhas já demonstrou interesse em resolver este problema, segundo informações ele vem conversando com empresários na capital baiana, o assunto é a possibilidade de implantação de uma fabrica de reciclagem ecológica no município,boa idéia e intenção o César Mascarenhas tem, se a fabrica vai ser implantada só Deus sabe.

Lula passa o bastão

Depois de empunhar por cinco vezes a bandeira do PT como candidato do partido à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva passou oficialmente esse bastão à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Ela foi aprovada ontem como a única pré-candidata do partido à sucessão presidencial, a cinco meses da convenção que, pela lei eleitoral, deverá oficializar a candidatura. “Eleger a Dilma para mim é uma das coisas mais importantes do meu governo. O bom é aquele que elege o sucessor para dar continuidade. Eleger a Dilma não é coisa secundária para o presidente da República”, disse Lula, num discurso de 45 minutos estruturado para mostrar que Dilma “é muito mais que a candidata do Lula” e, ao mesmo tempo, marcar a importância dos aliados e apresentar o que considera as qualidades da ministra e do seu governo. Lula pegou todas as críticas que a oposição costuma fazer à ministra — autoritária, estatizante e incapaz de dar um passo sem o presidente — e tentou passar suas qualidades. “Admiro a personalidade dela. Dilma, no auge da crise de 2005, que tinha como objetivo dar um golpe no governo, não deixou de defender as coisas do governo. Ela não fez que nem tartaruga, que esconde a cabeça no casco”, disse o presidente, referindo-se ao apoio que obteve da ministra na crise do mensalão que fez sucumbir parte do primeiro escalão petista à época. Citou, ainda, a expansão do setor estatal de energia, dizendo que “aquilo que não está funcionando, cabe ao governo botar para funcionar”. Em relação ao público feminino, que as pesquisas apontam como o mais resistente à candidatura de Dilma, o presidente aproveitou para fazer um apelo direto: “Mulherada, é uma oportunidade ímpar de irem à luta para fazer valer os interesses de vocês” (leia detalhes na página 3). Quanto ao PMDB, que havia ficado melindrado no dia anterior, por conta do documento do PT não citar explicitamente o partido como aliado preferencial, Lula fez questão de declarar que é de lá que sairá o vice — uma forma de agradar a Michel Temer (PMDB-SP), que quase não compareceu à consagração de Dilma ontem.
Depois de devidamente apresentada por Lula e pelo presidente do PT, José Eduardo Dutra, foi a vez de Dilma assumir o púlpito e o mesmo teleprompter transparente usado pelo presidente da República. Lula fez alguns reparos ao texto, antes da fala da ministra. Retirou frases que considerou repetitivas e pediu para reforçar outras, como o governo de coalizão. Dilma, como o chefe sempre faz, também improvisou — uma forma de mostrar que não é mais a “mulher do powerpoint”, incapaz de dar um passo sem o seu computador portátil. Fez isso ao falar do conselho da mãe, que as pessoas devem se dar o respeito, e ao dizer que prefere “as vozes oposicionistas ao silêncio da ditadura”. Quase chorou quando se referiu a três amigos mortos nos anos de chumbo — Carlos Alberto Soares de Freitas, Maria Auxiliadora Barcelos e Iara Yavelberg.

Poetas
Ela também citou dois poetas: o mineiro Carlos Drummond de Andrade e o gaúcho Mário Quintana. A citação a Quintana e ao Rio Grande do Sul foi acompanhada da lembrança do tempo em que foi “acolhida pelos gaúchos, generosos, solidários, insubmissos como são os gaúchos”, elogios diretos à parcela do eleitorado em que a candidatura da ministra não retirou a vantagem tucana. Aproveitou, ainda, para pincelar o programa de governo que pretende apresentar nas áreas de saúde, para a qual pede reforço de verbas e melhoria da gestão; na educação, e nesse quesito já se preparou para responder às críticas de inchaço da máquina federal, ao defender a contratação de professores. Sem entrar em detalhes, acenou pela manutenção da política econômica, equilíbrio fiscal, câmbio flutuante, controle da inflação e política de juros.
O longo discurso, no entanto, ainda não foi considerado o melhor que os militantes esperam de Dilma. O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), na lateral do palco, não segurou alguns bocejos. Ele estava do lado do antecessor de Dilma, o ex-ministro José Dirceu, aplaudido quando citado por Lula. Ali ficaram também os deputados Antonio Palocci (SP), um dos coordenadores da campanha de Dilma, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o senador Valdir Raupp (PMDB-RO), que acompanharam o presidente do PMDB, Michel Temer, e o líder do partido na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN). Michel não tirou os olhos do telão enquanto Dilma falava. Estudou todos os gestos daquela que pretende ter como companheira de chapa.
Ao fim, Dilma ensaiou alguns passos ao som de um dos jingles que pretende apresentar na campanha, “depois do cara, a gente vota na coroa/a gente quer/ é gente boa (…)”. Ela encarou o refrão com bom humor: “Num determinado ponto de vista, é muito bom ser a coroa”, brincou. Falta muito, no entanto, para Dilma ter no PT o traquejo daquele que empunhou a bandeira de candidato a presidente por cinco eleições consecutivas. O deputado Paulo Delgado (PT-MG) foi direto ao ponto: “Se o PT quiser ajudar, não deve querer um Lula de saias. Ela é mais formal”.

Fonte; jair onofre

Kassab entra com recurso no TRE e garante permanência no cargo

A defesa do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM) entrou nesta segunda-feira com recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra a cassação de seu mandato, decidida na última quinta-feira pelo juiz da 1ª zona eleitoral de São Paulo, Aloísio Silveira. Com a entrada do recurso, Kassab garante automaticamente o direito a permanecer no cargo até o julgamento final do processo. O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloisio Sérgio Rezende Silveira cassou o mandato de Kassab, de Alda e oito vereadores, por captação ilícita de recursos. A decisão deverá ser disponibilizada nesta segunda-feira (22) no site do Tribunal Regional Eleitoral e publicada na terça-feira (23) no Diário Oficial.

Fonte: G1

Que regras eleitorais deviam ser mudadas?

Parte das regras para as eleições deste ano deve mudar. Uma das possibilidades é a regulamentação do voto em trânsito para presidente. Hoje, o eleitor que não estiver em seu domicílio eleitoral no dia da eleição não pode votar e tem a obrigação de justificar a ausência.

Uma medida que deve gerar polêmica é a que pretende divulgar, na página do Tribunal Superior Eleitoral, a “ficha” de cada candidato. Ou seja, na hora da inscrição das candidaturas, cada político que disputar as eleições terá de informar que processos responde ou já respondeu.

Queremos saber a sua opinião: que regras eleitorias você acha que deviam ser mudadas?

Tô Sabendo

O Ministério da Cultura (MinC) e o Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb) realizam coletiva de imprensa e evento de lançamento do programa televisivo Tô Sabendo Desafio, na terça-feira (23), a partir das 17h30, no Palacete das Artes Rodin Bahia, no bairro da Graça. Está confirmada a presença do ministro da Cultura, Juca Ferreira, do governador Jaques Wagner e representantes da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).
Apresentado por Jorge Portugal, com direção de Walter Silveira, o Tô Sabendo Desafio é uma competição de conhecimentos gerais e específicos entre estudantes do último ano do ensino médio, envolvendo questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O programa estréia também na terça, às 17h30, e será exibido em todo o país pela TV Brasil.(informa Agecom)

Pm Ousada

Botafogo Campeão..

Cinco assassinatos no final de semana

Os anais da Polícia de Feira de Santana registraram cinco homicídios no final de semana. Na noite da última sexta-feira o vigilante Juarez Martins de Jesus, de 37 anos, foi assassinado com cerca de dez tiros, no bairro Subaé. Na madrugada de Sábado (20), Gilcarlos Brito Pereira, 40 anos, foi assassinado dentro de um bar no bairro George Américo.

Ainda no sábado morreu vítima de espancamento, a criança Monique Ferreira Santos, de um ano e nove meses. Segundo a mãe, Leila Ferreira, a criança foi espancada pelo próprio pai, Adelson Bispo dos Santos. Até o momento ele não foi encontrado pelas polícias Civil e Militar.
O mototaxista Marcone de Jesus Silva, 25 anos, que morava na 2ª Travessa das Américas, na Chácara São Cosme, foi assassinado na noite de sábado. O crime aconteceu próximo ao Colégio General Osório, na Serraria Brasil.

Também na noite de sábado, o adolescente Rafael da Silva Cruz, 16 anos, que morava na rua Casarão, bairro Caludú, foi assassinado com tiros na cabeça, no bairro onde morava.

Todos os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Andréa Trindade com informações do repórter Aldo Matos



Fonte: Acorda Cidade

Resultado da segunda etapa do SiSU está disponível para consulta

Os candidatos inscritos na segunda etapa do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já podem consultar o resultado pela internet. A seleção foi divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) neste domingo (21).



Os estudantes selecionados têm o prazo de 23 a 26 de fevereiro para efetuar a matrícula nas universidades e institutos federais de educação, ciência e tecnologia. De acordo com o MEC, entre os dias 15 e 20 de fevereiro, 550.972 estudantes se inscreveram para as vagas oferecidas na segunda etapa da seleção unificada.



No site do SiSU é possível consultar o resultado da etapa pesquisando por unidade federativa, instituição de ensino, campus e curso. Como resultado da busca, será exibida a lista dos classificados com identificação do nome e número de inscrição do candidato no Enem.



Sobre a nota final, os candidatos inscritos poderão acessar o sistema a partir de segunda-feira (22). Para isso, o candidato precisará informar o número de inscrição no Enem e a senha cadastrada no SiSU. O estudante será informado também sobre os pesos atribuídos pelas instituições e sobre o cálculo feiro para chegar à nota. O estudante saberá ainda a classificação no curso escolhido e os documentos exigidos pela instituição para que seja efetuada a matrícula.





Etapa complementar





O MEC ressalta que a ocupação da vaga só é confirmada após a realização da matrícula na instituição. As vagas não ocupadas serão ofertadas novamente em uma etapa complementar de inscrições, que vai de 1º a 3 de março. Os candidatos não selecionados na primeira e segunda etapas poderão se inscrever novamente na terceira etapa, assim como aqueles que ainda não se inscreveram no SiSU.



A lista dos aprovados será divulgada no dia 5 e as matrículas deverão ser feitas entre 9 e 12 de março.





Primeira edição da seleção





Participam da primeira edição da seleção unificada 23 universidades e 26 institutos federais. Além das instituições federais, a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) e a Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE também participam do Sisu.



O SiSU oferece 29.240 vagas nas 51 instituições participantes, entre universidades e institutos federais. Mais da metade das vagas disponíveis na primeira etapa, um total de 47,9 mil, não foi preenchida. O sistema começou a receber inscrições no dia 15 de fevereiro.



O sistema seleciona vagas somente nos cursos que têm o Enem como único processo seletivo. Outras instituições de ensino, que não aderiram ao SiSU, tanto públicas quanto particulares, vão adotar a nota do Enem conforme o seu critério: ou como parte da nota ou como primeira fase. O candidato deve ficar atento ao manual do vestibular de cada instituição.



Para tirar dúvidas, o candidato pode ligar para o telefone 0800 616161 ou no endereço eletrônico http://sisu.mec.gov.br/falecomagente.html.